Não entre na “CABANA”

Não entre na “CABANA”

O Livro – A Cabana, de William Paul Young, já vendeu mais de 10 milhões de cópias e foi traduzido em mais de trinta línguas. Já é um dos livros mais vendidos dois últimos tempos, e seus leitores são muito entusiasmados.
Imagine: mais de 10 milhões de pessoas influenciadas!!! Por quais idéias? idéias verdadeiras? compatíveis com a Palavra de Deus? ou idéias bonitas, românticas e ilusórias?

O livro é uma tentativa de responder às questões sobre o mal e o caráter de Deus por meio de uma história. Nessa história, o personagem principal está enfrentando grande sofrimento após o seqüestro e homicídio brutal de sua filha de sete anos, quando recebe um convite que se torna um chamado de Deus para encontrá-lo na mesma cabana onde sua filha foi assassinada.

Na cabana, “Mack” se encontra com a divina Trindade: “Papa”, uma mulher afro-americana; Jesus, um carpinteiro judeu; e “Sarayu”, uma mulher asiática revelada como sendo o Espírito Santo. O livro é na maior parte uma série de diálogos entre Mack, Papa, Jesus e Sarayu. Essas conversas revelam um Deus bem diferente do Deus da Bíblia. “Papa” é alguém que nunca faz algum julgamento e parece muito determinado em afirmar que toda a humanidade já foi redimida, idéia totalmente maligna para as pessoas continuarem comodamente onde estão, longe de Deus e perdidas, sem salvação e condenadas eternamente. Exatamente o oposto da mensagem do Evangelho de Cristo que diz que “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” e que necessitam de arrependimento e perdão dos seus pecados para serem redimidos do castigo eterno.

Os diálogos revelam uma teologia fora da Bíblia, fora do que Deus nos deixou, semelhante em alguns aspectos mas deturpada, para quem não lê a Bíblia e não conhece os ensinos de Jesus, fica impossível discernir os erros dos princípios bíblicos que a estória do livro narra e esse é o perigo, a pessoa assimila idéias sobre Deus, sobre redenção, sobre o juízo de Deus, sobre o bem e o mal totalmente falsas mas com aparência de reais.

Há uma confusão teológica na estória a respeito da Trindade quando “Papa” fala a Mack sobre o momento em que as três pessoas da Trindade “se manifestaram à existência humana como o Filho de Deus”. Em lugar algum da Bíblia se fala sobre o Pai ou o Espírito vindo à existência humana. Pelo contrário, toda a Bíblia aponta para Jesus, o Cristo, o Messias que viria, todo o Velho Testamento aponta para Ele e o Novo Testamento é sobre sua vida, morte, ressurreição, exaltação e segunda vinda. Em João 1:1-3 diz que Jesus era Deus e se fez carne para vir até nós: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.Ele estava no princípio com Deus.Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.”

Outra heresia sem tamanho é quando Jesus diz a Mack que Ele é “a melhor forma para qualquer humano se relacionar com Papa ou Sarayu”. Não o único caminho, mas apenas o melhor caminho. Na Bíblia a fala de Jesus é essa: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” João 14:6

Os conceitos do livro são “universalistas”, liberais e não bíblicos, ou seja, não se baseiam na Palavra de Deus que é verdadeira e trás salvação ao pecador. Quando “Papa” diz a Mack que ele está reconciliado com todo o mundo. Mack questiona: “Todo o mundo? Você quer dizer aqueles que acreditam em você, certo?”. “Papa” responde “O mundo inteiro, Mack”. Em clara oposição ao que a Bíblia declara em João 3:36: “Quem crê no Filho tem a vida eterna; aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele.”

Esses são apenas alguns exemplos de conceitos que o filme passa sobre Deus que são incompatíveis com a Bíblia, no livro tem muito mais confusões teológicas do que essas. Principalmente quando altera o real significado do pecado e sua consequência de morte eterna e na relação entre o Pai e o Filho que é totalmente oposta ao que fala em João 17.
A mensagem dessa obra de ficção é danosa para todos, engana e transmite o que a Bíblia não declara, uma mensagem conflitante com a Bíblia em tantos pontos cruciais e o pior: já influenciou mais de 10 milhões de pessoas. O Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, por isso o Diabo se empenha tanto em enganar as pessoas com a mistura de um pouco de bíblia com um pouco de mentira, isso já é suficiente para impedir que os olhos do coração sejam abertos!

“Porquanto odiaram o conhecimento; e não preferiram o temor do Senhor:
Não aceitaram o meu conselho, e desprezaram toda a minha repreensão.
Portanto comerão do fruto do seu caminho, e fartar-se-ão dos seus próprios conselhos.
Provérbios 1:29-31

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s