Qual a lógica do inferno?

Qual a lógica do inferno? – Marcos Moraes

O inferno é o assunto mais questionável pelos ímpios e pela maioria das religiões. É a coisa mais difícil para um incrédulo entender. Um ateu pode até nos ridicularizar dizendo: – como é que vc vai acreditar num Deus que vai pegar uma criatura e jogar num lugar de fogo a eternidade toda? Até nós que conhecemos ao Senhor podemos perceber que nosso próprio coração é inclinado a fazer essa pergunta.
Existe uma resposta teológica: Deus é justo, infinitamente justo. O pecado do homem foi contra uma justiça infinita, então Deus deu a esse pecado um caráter infinito e como o pecado pra Deus é infinito, o castigo é infinito. Isso está completamente de acordo com as escrituras. mas temos mais respostas além disso.

A lógica do inferno e a essência desse lugar:
. Paulo disse aos ímpios gregos em Atenas – ‘Pois nele vivemos, nos movemos e existimos’ Atos 17:28. – em Deus nos movemos e existimos e isso é um conceito bíblico e não sei se nós estamos preparados para entender quanto de Deus há no Universo.

. “Há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas, mas nestes últimos dias falou-nos por meio do Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas e por meio de quem fez o universo. O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder.”

Hebreus 1:1-3 – Deus sustenta tudo pela sua palavra – Deus mantem tudo coeso, os átomos, as células, a matéria. O que sustenta todos os átomos desse Universo e os mantem onde eles estão é a Palavra de Deus, é Jesus, Ele que é o Logos – Jesus criou todas as coisas e sustenta todas as coisas. Além disso, Ele faz nascer o sol entre justos e injustos. Mesmo que o mundo jaz no maligno, a natureza está repleta da glória do Senhor.

. “a terra se encherá do conhecimento da glória do SENHOR, como as águas cobrem o mar” Habacuque 2:14 – Significa que o que a terra não tem hoje é o conhecimento da glória do Senhor, isso se cumprirá no milênio.
. Isaías 3:6 – “toda a terra está cheia da glória do SENHOR!”- olhe para um olho, quanto da glória de Deus tem em um olho. Deus e sua glória está presente na criação. – “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos.” – Salmos 19:1. Deus nos deu condições de ter em nossa boca a percepção do doce e do amargo, do sabor de uma manga.

Exemplo do velhinho no hospital – tinha um velhinho no hospital doente na cama reclamando de Deus e muito brabo com Deus , porque Deus tinha mandado ele pra o hospital e o irmão perguntou: o senhor nunca esteve num hospital? – Ele: nunca na minha vida. é a primeira vez que o sr está num hospital? é a primeira vez e quantos anos o sr tem mesmo? 97 anos. Ele não conseguia enxergar os 97 anos de vida e saúde que Deus deu a ele, nem sua bondade, coração ingrato!

E isso tem tudo haver com o tema que estamos falando, pois o inferno vai ser a mais absoluta ausência de Deus em todos os sentidos:
. Deus é luz, Jesus quando fala do inferno, fala de trevas – o inferno vai ser densas trevas
. Jesus é a água da vida – no inferno não terá água

O inferno é em resumo Deus dizendo: eu corri atrás de vc, procurei vc, fui até a terra, fiz todas estas coisas, vc não me quis, agora é simples – vc vai passar toda a eternidade sem mim! Sem nada de mim, eu vou tirar tudo que é meu até do teu corpo.

Ex: quando vc fala com um incrédulo sobre Deus, ele não gosta da conversa, agora num enterro, eles gostam de dizer que fulano foi estar com Deus. Como assim ele foi estar com Deus? não quis Deus aqui na terra… mas depois da morte, todos eles querem Deus e eles não vão ter Deus depois da morte.

Eles vão ter a mais completa ausência de Deus – pense num corpo que nada funciona? um corpo eternamente apodrecendo pois Jesus disse que o verme não se acaba, pense num corpo sem os hormônios que aliviam a dor? e Jesus fala em ranger de dentes. Toda a glória de Deus que ainda existe no corpo do homem, vai ser retirada no inferno.
Deus é bom, o ímpio peca, zomba, despreza, fala mal, blasfema, persegue os que são de Deus e Deus põe comida na mesa dele e faz todo o aparelho digestivo dele funcionar, Ele está permanentemente fazendo todas as coisas funcionar. Demos graças ao Senhor.
A terra está cheia da glória do SENHOR o inferno será a retirada completa e plena da manifestação da bondade de Deus.
O inferno
A única pessoa que usou uma expressão que pode ser traduzida como inferno foi Jesus. O inferno tal qual exposto por Jesus não aparece no V.T., quando foi encontrado no V.T. está mal traduzida, a palavra no original é Seol/Sheol, que é a região dos mortos, Hades. Hades não é o inferno.

O conceito do inferno como um lugar de fogo surge apenas na boca do nosso Senhor Jesus. O inferno é um lugar tão terrível, tão terrível e inimaginável que Deus deixou pra pessoa mais terna e doce que pisou nessa terra pra falar sobre ele, por isso o único pra falar do inferno é nosso Senhor Jesus. Quando Jesus está se referindo a inferno, Jesus usa a palavra Geena, era um lugar muito conhecido pelos judeus, era um lugar ao sul de Jerusalém, era chamado de Vale do Inon, onde permanentemente estava em fogo, todo lixo da cidade era colocado lá, o lixo, os animais mortos. Era o lugar de queimar o lixo. E Jesus em suas advertências quando fala desse lugar de fogo, a palavra que Ele usa é Geena.

O apóstolo Tiago usa essa palavra somente uma vez em Tiago 3:6 – “A língua também é um fogo; sim, a língua, qual mundo de iniqüidade, colocada entre os nossos membros, contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, sendo por sua vez inflamada pelo (Geena) inferno.” – Tiago não está falando do destino eterno, ele está usando o Geena como outro figura, está falando da língua, ele está dizendo que quando vc peca com a língua vc está expressando o próprio inferno, mentira, maledicência, calúnia, difamação, sua língua está tendo origem no inferno pra dizer essas coisas. Só Jesus usou essa palavra Geena se referindo ao destino eterno.
. Jesus nos falou para temer em Mateus 10:28 – “E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no (Geena) inferno tanto a alma como o corpo.”
Em Apocalipse cap 20 e 21 quando está falando do lago de fogo, dá pra concluir que está falando desse mesmo lugar que Jesus falou, pra ser traduzido como inferno, que Jesus se referiu usando a expressão Geena.
. Deus não fez o lago de fogo para a raça humana, não era a intenção de Deus que a raça humana fosse pra esse lugar e Jesus deixa isso claro quando diz “Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos” (Mt. 25.41). Muitos homens decidem permanecer seguindo o diabo e seus anjos e vão parar no mesmo lugar.

. O inferno e o lago de fogo está vazio – não tem ninguém lá. Os que não estão em Cristo vão para o Hades. Os que estão em Cristo vão para o paraíso.
. Apocalipse 19:20 – a inauguração do lago de fogo – “E a besta foi presa, e com ela o falso profeta que fizera diante dela os sinais com que enganou os que receberam o sinal da besta e os que adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.” Nem o diabo vai inaugurar o inferno.
. Apocalipse 20:11-15 => a morte e o Hades serão lançados no lago de fogo após o Milênio no juízo final
. Apocalipse 21: 8 – lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte

3 aplicações práticas na nossa vida:
1. Dar graças ao Senhor que nos livrou de tão grande morte – experimentou a morte por todos os homens. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
“E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”1 Coríntios 15:53-58

2. Viver em Cristo para não ser desqualificado – existe uma teologia que ensina de forma enganosa que nós temos de alguma maneira, no bolso, um bilhete de garantia porque um dia nos entregamos ao Senhor e fomos batizados – essa visão não procede de Deus e Jesus procura nos adverti de forma tácita nesses textos que temos lido.
As 3 parábolas que estão em Mateus 24 a 26 é o que tem mais terrível na bíblia pois fala da perdição eterna dos que estão na igreja, não há nada mais terrível nas escrituras. Como Paulo disse – “Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado.” 1 Coríntios 9:27

3. Voltarmos com todas as forças e energia para a pregação do evangelho pois ” o Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que nele crê;” Romanos 1:16 – está no nosso lábio e em nossos corações a palavra que vai salvar a muitos do lago do fogo.

Anúncios

6 comentários sobre “Qual a lógica do inferno?

  1. Sabe a sensação que me deu ao ler esse texto? De que Deus é o tipico de pessoa amargurada… Que quando não é satisfeito se vinga da forma mais cruel. Se todas as coisas estão no controle dele, e se só existimos porque ele quer? Qual o sentido do livre harbitrio? Pq se não o escolhemos, ele nos pune e se o escolhemos devemos seguir um tanto de regra absurda…
    Fica ai minhas indagações

    Curtido por 1 pessoa

    • Sabe a sensação que me deu ao ler esse texto? De que Deus é o tipico de pessoa amargurada… Que quando não é satisfeito se vinga da forma mais cruel. Se todas as coisas estão no controle dele, e se só existimos porque ele quer? Qual o sentido do livre harbitrio? Pq se não o escolhemos, ele nos pune e se o escolhemos devemos seguir um tanto de regra absurda…
      Fica ai minhas indagações

      TuiaKirie,
      Eu entendo sua sensação, antes de conhecer Deus como Ele é e me enxergar pecadora como hoje me enxergo, eu tinha uma sensação parecida com essa sua…era tipo uma mágoa de Deus que eu tinha, quando eu pensava na condenação eterna ao inferno, algo tão cruel e sem fim, me levava a ter a sensação de que Deus era cruel.
      Eu não enxergava quem Deus realmente era pra pensar aquilo sobre Ele, O tamanho de Deus aos seus olhos e quem Ele é vai depender da distância que você estiver Dele. Quanto mais próximo estiver Dele, maior Ele será aos seus olhos, é como se olhar uma montanha de longe e quanto mais perto vc estiver dela, mais verá como vc é pequena diante de toda aquela altura.
      Em primeiro lugar, o inferno não é a vingança de Deus contra o homem, o inferno não foi feito para o homem, mas para Lúcifer e seus anjos ( quando Lúcifer se rebelou contra Deus e mesmo sendo uma de suas criaturas, desejou ser igual ao Criador, o Criador o expulsou do céu e o condenou às trevas eternas com 1/3 dos anjos que caíram com ele.
      Quando Deus criou o homem, ele colocou o homem em sua presença (Éden não significa um jardim, uma terra, um lugar e sim ambiente, se refere a uma condição), Deus criou o homem para se relacionar com Ele, numa relaçao de pai e filho. Mesmo sendo Criador e nós suas simples criaturas (foi o que Lúcifer esqueceu quando desejou ser igual a Deus), Ele criou o homem à sua imagem e semelhança (temos em nós marcas de Deus, nosso poder criativo, nossa imaginação, nossa inteligência, nossa consciência, etc…) e deu ao homem o livre arbítrio de o amar e viver em sua presença por sua vontade, caso contrário, ele teria criado robôs programáveis e uma das semelhanças que temos com Deus é a liberdade de escolher, caso contrário, Deus seria um tirano e nós escravos.
      Bem, um dos atributos centrais de Deus é sua Santidade, Deus é Santo, a Bíblia diz que Ele não tolera o pecado, abomina o pecado, mas entenda, Santo quer dizer “separado”. Deus é separado de nós em dois sentidos. Primeiro, ele é o Criador e nós somos suas criaturas. Ele não apenas decide o que é certo; ele mesmo é certo!O segundo sentido em que Deus é santo trata de sua relação com o pecado, Ele não tem comunhão com o pecado. Ele é puro e certo, acima de todo pecado e toda maldade. Por esse motivo, ele é separado dos homens pecadores. Quando Deus fez o homem e o colocou na sua presença, o homem era puro e sem pecado, mas escolheu pecar e perdeu a presença de Deus, escolheu se seprar de Deus, os princípios de Deus são imutáveis, Deus não se contradiza, Ele não pode negar a si mesmo, não pode ir contra ao que é para “dar um jeitinho brasileiro” e resolver o mal que a desobediência do homem causou.
      Adão sabia que era impossível Deus conviver com o pecado, que era contra a Sua própria natureza. E ao dar lugar em seu coração à conversa de Lúcifer, ele decidiu se separar de Deus, quebrar sua relação com Deus, para viver da sua própria maneira, antes ele dependia de Deus e vivia em sua presença e desfrutava dessa comunhão, mas desejou em seu coração ser “como Deus” e não mais depender dEle, escolheu sair de sua presença e isso foi de forma eterna, pra sempre.
      Outro atributo de Deus é ser Justo. A retidão e a justiça de Deus são as características que de­terminam o Seu tratamento conosco. Deus havia avisado a Adão que no dia que ele comesse da árvore do bem e do mal, desejando “saber” como Deus e não mais depender dEle, ele morreria e sua morte foi em espírito, seu espírito iria estar morto para Deus e fora da sua presença. Deus não se contradiz, sua justiça não é como a dos homens, falha e injusta. A setença de Adão foi dada: se comer, morrerá. Quando sua mão lhe avisa da consequência de seus decisões erradas e acontece o que ela falou, ela não se vinga de vc, vc colheu o que escolheu, ela já sabia no que ia dar (só uma analogia grosseira).
      Todos ficam perplexos com a impunidade. Se alguém presenciasse um perverso assassinato, ficaria revoltado se o juiz responsável pelo caso absolvesse o homicida. Isto ocorre porque todos têm um senso de justiça. Se nós, que somos pecadores, temos este sentimento, quanto mais Deus que é santo e justo. Ele não po­deria deixar o pecador sem o devido castigo, senão se tornaria um juiz injusto.
      Todo o amor de Deus não pode invalidar a Sua justiça. A maior prova da se­riedade e do rigor da justiça de Deus, é o que Ele fez com o Seu próprio Filho Jesus, moendo-o por causa dos nossos pecados. Para salvar-nos, Deus não poderia simplesmente “perdoar” nossos pe­cados. Alguém teria que pagar o preço e Jesus pagou por eles e foi castigado em nosso lugar, Ele morreu na cruz em meu e seu lugar e satisfez a justiça de Deus, como Jesus nunca pecou, a morte não pôde segurá-lo e ao terceiro dia Ele ressuscitou, venceu a morte para que eu, vc e quem crê tenha a vida eterna que perdemos por causa do pecado.
      Deus quer que nós o amemos por amor. Ele nos ama a tal ponto de mandar seu próprio filho pagar pelos nossos pecados, isso não é um Deus cruel, Ele mesmo providenciou para nós a salvação para que nós pecadores, voltássemos para sua presenca santa, através de quem? de uma religião? de boas obras? de esforço próprio? de rituais? não! se qualquer uma dessas coisas funiconasse para nos salvar, Jesus não precisaria ter vindo ao mundo dar sua vida em nosso lugar.
      Bem, não sei se minha narrativa lhe satisfez. É uma resposta progressiva, leia com cuidado, tem todo um desenvolvimento de pensamentos.Medite no que falei e continue sendo sincera em sua indagações. Um coração sincero, Deus nunca desprezará!!!!!
      Assista esse vídeo: https://youtu.be/T9u6D__Wp_k

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s