A alienação marxista e o relativismo moral no mundo moderno

“Se Deus não existisse, tudo seria permitido.” Fiodor Dostoievski

Para relativizar a moral e todos os fundamentos da vida é necessário de ante mão destruir a fé e a idéia de Deus, um Deus Criador e Legislador sobre o Universo e a humanidade, esse é o Deus da Bíblia e essa é a fé cristã e que fé o Comunismo ataca de forma ferrenha? o Cristianismo.

Estamos diante de uma geração que sente que não deve ser constrangida pelas preocupações éticas, o homem está cada vez mais convencido de sua superioridade sobre as leis de Deus e do homem, acha que tem o direito de fazer o que bem quiser de acordo apenas com sua própria vontade.

O grande engano dessa linha de pensamento é achar que liberdade é se livrar das cadeias da “moralidade da classe-média” e dos padrões morais e éticos que nos foram “impostos” pela religião colocando-se além do bem e do mal. A mentira que sustentam afirma que somente um indivíduo que se liberta dessas estruturas pode conduzir a sociedade rumo a um futuro glorioso. Essa teoria fornece ampla justificativa para líderes totalitários de todos os tipos políticos esconderem seus atos de injustiça sob a aparência de instrumentos para o avanço da civilização pois acreditam que “os fins justificam os meios”, que significa que qualquer iniciativa é válida quando o objetivo é conquistar algo importante.

Porém dentro do homem há um código de conduta que lhe foi dado em sua criação, quando Deus o fez à sua imagem e semelhança, uma das marcas que Deus deixou no homem foi sua consciência. O fato do homem sentir a necessidade de justificar suas ações para si mesmo prova que ele é um ser ético em quem as reivindicações de moralidade estão vinculadas. Ele pode considerar-se imune à punição legal, mas não pode escapar de seu próprio juiz interno: a consciência que Deus colocou em todos nós.
Assim como a dor indica algo que está debilitado em nosso corpo, a culpa indica algo que está debilitado em nossa alma. A realidade da culpa está no fato de que ela desmente o relativismo moral e a falsa crença de que o homem pode viver, fazer escolhas e prosperar em um mundo além do bem e do mal. Pois uma vez que Deus está morto, tudo é permitido, mas essa idéia não passa de um jogo intelectual.

O relativismo moral é o primeiro passo para a inversão de valores e faz o homem construir a sua própria visão de mundo distorcida em torno de si. Se a moralidade é meramente relativa, então por que não devemos cometer um crime para nosso próprio bem? Se o homem não está limitado por qualquer padrão moral ou código ético, o que irá impedi-lo de matar? As teorias que sustentam essas ideias não são apenas defeituosas; elas são falsas, más e intrinsecamente destrutivas.
A destruição da família, dos valores cristãos, dos valores morais, do matrimônio como Deus instituiu, da sociedade civilizada, dos fundamentos da vida, é uma consequência da tática de desconstrução de tudo usada pelo “marxismo cultural” que visa implantar o Comunismo não por uma revolução armada, mas sim por uma “revolução cultural”, uma luta ideológica para preparar a sociedade para a aceitação do marxismo.

O relativismo moral faz o indivíduo viver confuso sobre tudo e até sobre si mesmo, vemos isso na famigerada Ideologia de Gênero que quer confundir até as crianças, o indivíduo fica sem referências do certo e do errado, sem definições, sem direção, literalmente perdido, não é sem razão que os índices de suicídio, de viciados em drogas, álcool ou remédios para dormir só cresce em todo o mundo, a violência, a agressividade, a falta de respeito e limites. O relativismo consegue, através de uma visão aparentemente neutra, colocar na cabeça das pessoas que não há certo nem errado, e que cada um é aquilo o que deseja e os outros tem que não apenas respeitar mas aceitar sem se opor. Ao mesmo tempo, o marxismo impõe de forma escondida o ódio à moral judaico-cristã, ocidental e todo esse trabalho de alienação é feito nas escolas, nas universidades pelos professores doutrinários, pela mídia esquerdista: TV, jornais e maciçamente pela internet.

Vemos então uma manipulação dupla que está devorando a verdade, de um lado o relativismo, do outro o marxismo cultural (mídia, escola). Os dois com o objetivo de gerar na sociedade uma aversão à moral cristã, afirmando que não existe certo e errado e que a fé cristã não pode se posicionar contra valores diferentes dos seus pois isso seria intolerância e preconceito, a coisa é tão bem programada que poucos se percebem da astúcia do esquema montado para a alienação de toda uma geração pela doutrinação preparatória principalmente dos jovens nas universidades e agora de forma mais visível na iniciação das crianças na escolas.

Com crianças e jovens doutrinados, terão a geração perfeita para controlar de forma massiva e sem oposição. Não é uma estratégia perfeita? Sem guerra bélica, só com guerra ideológica, jogam a sociedade contra si mesma em vários níveis de “classes” (negros, brancos, héteros, gays, feministas, machistas, trabalhadores, empresários, pobres, elite e por ai vai) , segregam a sociedade em mil tipos de classes que lutam umas contra as outras e implantam o marxismo após alterar toda a cultura e a forma de viver da sociedade que estará sem sua cultura definida e sem valores, perfeito não é mesmo?

Essa é a conspiração silenciosa do marxismo cultural que vem sendo implantada no mundo há décadas e que nos faz viver esse caos como humanos hoje, sem valores definidos, sem sexo definido, sem gênero definido, sem fé, sem Deus, sem Lei, sem limite. Para eles, somos apenas uma massa alienada de si mesma em função do poder que eles tanto almejam possuir.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s