A multiplicação da iniquidade e a Negligência da igreja

Diante do aumento da iniquidade e da aceitação de tudo que é contrário à Palavra de Deus, ficamos alarmados e chocados com o que vemos ao nosso redor, a perversão dos valores cristãos e da família, o pecado sendo banalizado e institucionalizado, a palavra de Deus sendo ridicularizada, a igreja cheia de iniquidade e de bodes, diante desse quadro de densas trevas na terra nos perguntamos o que será dos nossos filhos e netos no meio dessa geração perversa, como eles não serão arrastados em meio a essa correnteza de iniquidade.

O texto de 2 Tessalonicenses 2: 9-12 fala sobre o aparecimento do iníquo:
“A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira,
E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.
E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira;
Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.”

Esse texto nos da entender que a multiplicação da iniquidade ou a operação do erro que está acontecendo no momento está sob a permissão de Deus – Deus manda a operação do erro – é uma espécie de juízo pois o mundo não acolheu o amor da verdade para se salvarem – à medida da alarmante multiplicação da iniquidade parece que a tolerância de Deus está chegando ao fim e Deus permite isso então.
Deus tem permitido e entregue a humanidade a esse tipo de depravação e como fica a igreja? Como ficaremos nesse meio? E nossos filhos? Isso vai atingir nossas famílias? É salve-se quem puder? Deus enviou essa operação do erro como um compressor sobre a raça humana, nós estamos no meio deles e veremos quem sairá menos mutilado do outro lado, será que é assim que Deus opera?

Em Lucas 12 temos a parábola do mordomo fiel e lendo percebemos que Deus nos compara a mordomos. Quem são os mordomos fiéis?
As autoridades que Deus constituiu na família são os pais – serão mordomos fiéis para a família, vão cuidar da família e dar tranquilidade e segurança. Outro nível de autoridade na igreja – mordomo fiel e servo dos demais – tinha uma responsabilidade a mais que era dá comida para os demais na hora certa – esses são pastores, diáconos, líderes, autoridade espiritual na igreja.
Esses mordomos precisam saber qual a dieta de Deus pra esse momento que estamos vivendo e entregar esse alimento necessário, como? tendo discernimento profético para que a igreja não fique desavisada e não seja pega de surpresa pq a cada geração e a cada época vai haver uma demanda, a demanda ( a necessidade) que aconteceu a 3 ou 4 séculos não é a mesma de hoje, temos uma demanda diferente hoje mas os princípios de Deus sempre serão os mesmos, nunca mudarão.
A depender do momento que se vive, determinado princípio pode estar sendo mais afetado que outros, ou teremos mais dificuldade com uma coisa do que com outra.
Por isso o líder tem que ter discernimento da dieta do Espírito Santo que vai ser dada pra essa hora, isso é o discernimento profético do momento.
Estamos sendo mordomos fiéis? dando o alimento necessário para nossas ovelhas, nossos filhos, nossos irmãos, dentro da necessidade e da demanda atual? para que estejam saudáveis, fortes para enfrentar o dia a dia? as lutas? os desafios dessa geração?

Uma coisa que me foi muito esclarecedora foi me lembrar de Israel no Egito, o Israel no V.T. é sempre uma figura pra Igreja, no N.T. os apóstolos lançam mão do exemplo de Israel para falarem à igreja em várias situações. Em 1 Corintios 10 quando Paulo vai falar sobre tentação, ele fala sobre Moisés no deserto e admoesta para não fazerem como o povo tinham feito no deserto e ele faz uma aplicação disso na santificação em 2 Coríntios 6:11-18, sempre chamando a igreja se separar do mundo e não ter comunhão com as trevas.

Quando Israel estava prestes a sair do Egito, Deus preparou o povo pra sair do Egito e o Egito estava prestes a receber o juízo de Deus e recebeu, só que o juízo de Deus era sobre os egípcios não era para Israel, apesar de Israel estar dentro do Egito, e para que Israel não fosse atingido, Moisés deu ao povo instruções sobre cada praga que haveria de vir sobre o Egito especialmente aquelas que iriam afetar a terra, os animais e as pessoas, foi lhes dado instruções do que deveriam fazer, ou seja, na maioria dos casos o livramento não era automático: eles tinham que sair do campo para que viesse a chuva de pedra, deviam proteger os animais, deviam matar o Cordeiro e passar o sangue na porta das casas a fim de proteger os seus primogênitos, Deus conhecia os primogênitos de Israel não é mesmo? Então Ele poderia poupá-los mas não, Deus lhes deu instruções do que era necessário ser feito pelos pais de cada família e se ignorassem as instruções que lhes foram dadas, seria por conta e risco deles. Quem não fosse fiel às instruções, iria sofrer as consequências.

Um primogênito hebreu não teria sido poupado caso o sangue não estivesse na porta pois foi dado instruções claras sobre isso, para que o anjo da morte não visitasse a casa e matasse o primogênito, era necessário que o sangue do cordeiro estivesse nos umbrais de cada porta, não era um livramento automático. Mas o sangue era o suficiente para o livramento.

Então, eu creio que hoje o juízo de Deus é sobre o Egito do nosso tempo, o povo de Deus precisa ser poupado mas não será poupado de maneira automática. É necessário dar ouvidos aquilo que Deus está falando e termos fé naquilo que profeticamente Deus está trazendo para entendermos a dieta atual a fim de protegermos nossas casas, nossos filhos, nossas ovelhas e aqueles que derem ouvidos serão poupados pois assim como Israel estava prestes a deixar o Egito pra entrar em Canaã, nós estamos prestes a deixar essa terra. Os que não derem ouvidos às advertências, sofrerão o juízo por sua negligência.

Precisamos prestar atenção ao que Deus tem nos dado nessa hora e temos admoestações importantes:

1. Necessidade de consagração – necessidade de fugirmos do mundo, rompermos de maneira corajosa com todas as portas do mundo na nossa vida e na nossa casa, que vem por meio do entretenimento principalmente, o entretenimento rouba a concentração do filho de Deus, rouba o tempo, 1/3 de tempo passamos dormindo, mais 8h de trabalho secular, e o resto do tempo é dedicado a banalidades onde a mente do filho de Deus está envolvida com a internet, filmes, séries, redes sociais que roubam um tempo enorme e percebemos que não temos tempo pra oração nem pra nosso momento com Deus.

Nas reuniões da igreja, oração ė algo penoso para fluir entre nós e isso mostra que nossa mente não ė dada a pensar nem a meditar em Deus, não é dada a se relacionar com Deus e a gente fica chocado pq isso era a prática fervorosa e constante da igreja do começo com os apóstolos. Então a nossa realidade acaba estampando como nossa mente está sendo empregada nesse momento de nossa vida.
A admoestação de Deus para nós nessa hora é que precisamos tomar coragem e romper com esse ladrão de nosso tempo que é o entretenimento. Além de engolir nosso tempo, o entretenimento oferece filmes maliciosos, cheios de sensualidade, cenas de sexo, e tem irmãos que acham que pode ficar cortando os pedaços da banana podre e tentar aproveitar o resto que sobra, o que nos leva a pensar nos pecados que a gente não quer pensar neles – o pecado da negligência.

Pecado de comissão – é quando vc comete o pecado, ou seja, transgride o certo fazendo o errado. Esse tipo de pecado afeta mais a reputação da pessoa, envolve confissão, passa vergonha e é disciplinada ( dentro da nossa prática e entendimento).
Pecado de omissão – é ser negligente, não é fazer o que é errado, é deixar de fazer o que é certo. É priorizar o que não é importante.

Quando vamos pra Mateus 24 – Jesus dá o Sermão profético sobre sua volta e como ela seria.
Em Mateus 25 Jesus conta que o Reino de Deus será como a parábola das 10 virgens ( Mateus 25:1-13). Depois Ele conta a parábola dos 10 talentos e diz que o Reino de Deus será também como o Senhor que partiu e entregou 1, 2 e 5 talento.(Mateus 25:14-30) do grande trono branco, quando ele separa os cabritos das ovelhas.( Mateus 25:31-46)
Nessas 3 parábolas que falam da volta de Jesus, quando vc olha para as 10 virgens, vc pode perguntar o que as 5 insensatas fizeram de errado? Vc vai olhar para os talentos, o que o servo fez de errado? vc olha a parábola das ovelhas e dos bodes, o que que um fez e o outro não fez?
Em nenhuma delas Jesus não está falando de alguma coisa errada que alguém tenha feito, ele está falando das coisas certas que não foram feitas.
As 5 virgens insensatas estavam no meio das outras, o que elas não tinham? fervor, não tinham uma relação com Cristo que expressassem amor intenso e desejo pela sua volta, vemos aqui que é (negligência na relação com Cristo).
A parábola dos talentos, o cara que foi desclassificado, enterrou os talentos, ele fez alguma coisa errada? não, ele não fez o que era certo com a obra de Deus. ( negligência na obra de Cristo)
Depois vc olha para o trono branco e os cabritos e a diferença é: tive fome e não me destes de comer, Jesus não está pregando a ação social como meio de salvação mas está dizendo que quando vcs não fizeram a um desses pequeninos irmãos, a mim não fizestes – (negligencia no amor e no serviço aos irmãos e na compaixão).
Tem meia conversa pra com esse tipo de coisa lá naqueles textos? tem que fazer uma manobra muito grande teológica nesses textos pra dizer que o sujeito não perdeu a salvação nesses textos. Porque eles foram desqualificados por causa da sua negligência.

Paulo fala isso em 1 Coríntios 9:27 -“Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado(desqualificado).

Qualquer coisa na minha e na sua vida que nos afete a tal ponto de me fazer negligente com aquilo que é mais importante, incluímos esses 3 itens acima: negligência na relação com Cristo, negligência na obra de Cristo e negligencia no amor e no serviço aos irmãos e na compaixão – temos que temer e temer muito e eliminar hoje de nossas vidas.
Leonard Ravenhill (1907-1994) disse que “O entretenimento é o substituto diabólico da alegria.” Ele perguntou: nós teremos coragem de dizer a um crente que ver um jogo de futebol é pecado? Eu tenho coragem de dizer a um crente que ver um jogo de futebol é pecado se ele não teve naquele dia, tempo para estar na presença de Deus, nem de priorizar sua comunhão com Deus.”
Mas parece que a cada dia que passa, está ficando fora de moda dizer algo assim, parece uma medida dura demais mas nós precisamos recuperar uma fé sadia!

Se entendemos que Deus tem orientações para essa nossa hora, precisamos perceber o nível de mundo que está na nossa vida e como ela está afetada por isso, e vamos nos surpreender com a quantidade de mundo que está tomando nosso coração!
Um dos elementos seria o entretenimento, outro seria o trabalho e dedicação à sobrevivência, existe um ciclo vicioso entre trabalho, entretenimento e consumo onde o ser humano está e que não lhe dá tempo pra pensar.
Existe uma estratégia do diabo pra deixar o homem ocupado pra que ele não tenha tempo de pensar – isso não é nenhuma novidade. Há um século atrás os cristãos consideravam entretenimento ( e nem existia a indústria do entretenimento) algo ilícito e foi rejeitado pelo povo de Deus, crente nem ia no cinema, era coisa de ímpio, banalizou tanto que hoje é a coisa mais ingênua que existe de entretenimento.
Entretenimento é coisa feita para o homem que não tem Deus, ele não tem o manancial em seu interior, então ele precisa de doses diárias de contentamento para conseguir continuar vivendo, como um entorpecente que ele precisa tomar pra dar sentido à sua vida pq o homem que é ímpio ele não pode parar, pois se ele parar ele pensa, e se ele pensa, ele chora, essa é a realidade do homem sem Deus.
Somos uma geração que temos que amargar isso, parece que o povo de Deus viciou-se no mundo e não consegue viver sem ele. É triste que tenhamos que discutir esse tipo de coisa em nosso meio, por que será que se tirarmos o mundo dos irmãos a vida deles fica chata? Parece que se tirar a dose de mundo que eles tem todos os dias, tira a internet, a TV, os filmes, o futebol, tirar essas coisas todas, a vida fica chata. Isso apenas mostra o nível de vida interior que nós temos, o povo de Deus está cercado de cisternas rotas que não tem retém água e das quais dependem.
“O meu povo cometeu dois crimes: eles me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retêm água.” Jeremias 2:13

Isso só demonstra que somos um povo que não somos felizes em Deus plenamente e que vive precisando de migalhas do mundo para ter contentamento, cisternas rotas, cisternas rachadas, Jeremias 2 – essa geração de cristãos que vivemos está prestes a se desviar. Somos um povo que mantivemos a forma sem manter a essência, o nível da vida de Deus no meio do povo de Deus ė pequeno. Temos de reconhecer de maneira corajosa esse momento porque os pais estão um pouco mais fervorosos, os filhos estão prestes a se desviar, em muitos casos, sem contar aqueles que já se foram. Precisamos ser corajosos em reconhecer esse problema e dar os passos na direção de Deus.
Precisamos ensinar ao povo de Deus que podemos sim ser felizes em Deus, saciados nele, que haverá alegria nEle.
Ivan Baker disse há 25 anos atrás: o final dos tempos vai ser caracterizado pela polarização, aqueles que são cristãos ou vão ser mesmo ou vão ser mundanos. Deus está preparando um remanescente nessa terra que vai ser cheio do Espírito Santo.

“Continue o injusto a praticar injustiça; continue o imundo na imundícia; continue o justo a praticar justiça; e continue o santo a santificar-se”.
Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim.” (Apocalipse 22:11-13)

Pregação Carlos Cardoso – retiro na Europa 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s