Música do mundo fala do mundo – tô fora

Pensem comigo sobre isso: tudo começa no coração

Jesus explicou isso em Mateus 15:10-20 dizendo que o que sai de nossa boca vem do coração e ė isso que nos torna impuros, ė o que temos dentro de nós.

Em Mateus 12 Jesus diz que “a boca fala do que está cheio o coração”.

Partindo desse princípio explicado por Jesus, vejam se me entendem quando rejeito música mundana, secular, lenta, rápida, feia, bonita, romântica ou não, seja qual musica for, se saiu de um coração vazio de Deus e cheio de si mesmo ou de qualquer outro assunto ou tema, eu rejeito ouvir e permitir que as declarações entrem em minha mente.

Música mexe com a alma e o corpo, música envolve, música agita ou acalma, alegra ou entristece, é algo influenciador, entra e fica, você quer até esquecer mas ela se repete dentro de sua mente.

Estava ouvindo agora a lindíssima música “Ode à Alegria”, que foi uma adaptação de Edward Hodges, feita em 1824, e que é o tema principal do 4º movimento da 9 ª Sinfonia de Ludwig van Beethoven.

A  Letra foi escrita por Henry van Dyke em 1907 e a Música é do inesquecível gênio da música Ludwig van Beethoven – composta como tema da Nona Sinfonia.

Sobre a letra do hino o próprio Van Dyke escreveu:

“Estes versos são simples expressões de sentimentos e desejos comuns dos cristãos neste tempo atual – hinos da atualidade, que devem ser cantados que conhecem o pensamento desta época e que não temem que qualquer verdade científica possa destruir a religião ou que qualquer revolução na terra derrubará o reino dos céus. Portanto, este é um hino de confiança, de alegria e esperança“.

Com base no Texto Bíblico: “Dai graças ao Senhor; invocai o seu nome; fazei conhecidos os seus feitos entre os povos. Cantai-lhe, cantai-lhe louvores; falai de todas as suas maravilhas. Gloriai-vos no seu santo nome; regozije-se o coração daqueles que buscam ao Senhor.” (Salmo 105:1-3)

A musicalidade linda de ouvir, envolvente, crescente, animadora, alegre e quando se acompanha a letra então: cheia de significado, cheia de valor, cheia de declarações verdadeiras. Ou seja, para mim não adianta uma musica soar bem aos meus ouvidos ou atraente pra balançar meu corpo se meu coração não pode repetir suas frases, declarações cheias de pensamentos e idéias opostas às minhas convicções e minha fé. Se torna algo impossível para mim repetir coisas nas quais não creio e pior, creio o contrário, estaria contradizendo minha fé.

Essa semana fui obriagada pela situação dentro de um carro a ouvir uma música da podre Rita Lee, não teve como eu não rejeitar completamente aquela música (apesar da voz doce e agradável que ela tem) ao acompanhar as primeiras declarações:

” Não acredito em nada/ Até duvido da fé/ Não quero luxo, nem lixo/ Meu sonho é ser imortal”

Como assim ” Não acredito em nada”? Eu acredito em Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que morreu no meu lugar!

Como assim ” Até duvido da fé”? A Bíblia diz que o justo viverá pela fé.

O sonho de ser imortal nessa música ė esculaxando de tudo, de Deus, da fé e de uma forma zombeteira querendo ser Deus, pois quem além dEle é imortal?

Eu penso, eu entendo, eu ouço, eu enxergo, eu analiso, eu julgo tudo pela ótica da Palavra de Deus, todos meus princípios, valores e convicções são baseados nos princípios de Deus, fugiu, alterou, zombou, modificou, distorceu, eu tô fora, rejeito na hora, o Espírito Santo de Deus liga a luz vermelha e tenho vontade de sair correndo literalmente, faço muito esforço para ficar e socializar e ser politicamente educada, mas confesso que meu impulso ė sair do local e me poupar de ouvir o que meus ouvidos não querem.

Os que me acham meio esquisita, espero que com essa explicação entendam o fundamento do que sinto, tudo isso em segundos, tudo isso na primeira frase.

 

 

Exultantes te adoramos,
Deus da glória, Deus do amor.
Nossos corações te abrimos,
enche-nos de santo ardor.
Vem, dissipa as nuvens frias,
a tristeza, a noite atroz.
Doador das alegrias,
o teu brilho luza em nós!

Tuas obras anunciam
teu imenso resplendor.
Céus e terra, estrelas e anjos
cantam hinos de louvor.
Vales, montes e campinas,
lindos prados, verde mar,
Aves, fontes cristalinas
vêm conosco te adorar.

Ó cristãos, entoai os hinos
que o universo quer cantar!
De Jesus o amor divino
faz-nos mais e mais amar.
Jubilantes, celebremos
seu triunfo sobre o mal;
Vinde, alegres exaltemos
sua glória celestial!

EXULTANTES, TE ADORAMOS – Tema da 9° Sinfonia
4° movimento –  Ludwig Van Beethoven

Anúncios

10 comentários sobre “Música do mundo fala do mundo – tô fora

    • Olá Dináh, obrigada por interagir comigo. Vou fazer 4 anos de convertida e há 4 anos não vou ao cinema, não tenho prazer nenhum como tinha antes, não tenho interesse em nada na TV nem em músicas seculares, meus prazeres foram totalmente afetados depois que nasci de novo, minha nova natureza rejeita ficar sentada passivamente diante de uma tela assistindo coisas que sei que Deus abomina. Não tenho nem vontade e nem sinto paz em olhar e ouvir, esse meu zelo é pelo meu passado de pecado, eu fujo pq conheço minhas fraquezas e não quero pecar. Mas veja bem, estou lhe contando minha experiência e o que aconteceu comigo, isso não ė uma regra nem condeno que assim faz mas me baseio no texto de Colossenses 3:15 que diz: “Seja a paz de Cristo o juiz em vossos corações, tendo em vista que fostes convocados para viver em paz”. Então a paz de Cristo deve ser o juiz do nosso coração. Fique em paz!

      Curtir

    • Olá Dináh, obrigada por interagir comigo. Vou fazer 4 anos de convertida e há 4 anos não vou ao cinema, não tenho prazer nenhum como tinha antes, não tenho interesse em nada na TV nem em músicas seculares, meus prazeres foram totalmente afetados depois que nasci de novo, minha nova natureza rejeita ficar sentada passivamente diante de uma tela assistindo coisas que sei que Deus abomina. Não tenho nem vontade e nem sinto paz em olhar e ouvir, esse meu zelo é pelo meu passado de pecado, eu fujo pq conheço minhas fraquezas e não quero pecar. Mas veja bem, estou lhe contando minha experiência e o que aconteceu comigo, isso não ė uma regra nem condeno que assim faz mas me baseio no texto de Colossenses 3:15 que diz: “Seja a paz de Cristo o juiz em vossos corações, tendo em vista que fostes convocados para viver em paz”. Então a paz de Cristo deve ser o juiz do nosso coração. Fique em paz!

      Curtido por 1 pessoa

    • Dináh,

      Esse versículo que vc citou diz “julgai todas as coisas, retende o que é bom;abstende-vos de toda forma de mal.” (1 Ts 5:21-22) e o que me chama mais a atenção nele é: afaste-se de toda forma de mal.
      Abstermos de toda forma de mal é nos afastarmos, é rejeitarmos tudo e qualquer coisa que seja contrária a natureza de Deus e foi esse sentimento que me levou a me afastar da TV, dos filmes e das músicas seculares, nunca ninguém me orientou a fazer isso, fui eu sozinha que julguei ser o mais prudente pra mim e quando li na Bíblia o que Paulo fala sobre o que deve ocupar meus pensamentos em Filipenses 4: 8 – “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” – daí passo esse “check list” e elimino o que está fora dessa lista entendeu?
      Fiquei muito feliz ao ver seus comentários, ė bom trocar idéias e ė algo que gosto muito de fazer, falar sobre a Palavra de Deus. Seja bem vinda sempre! Paz!

      Curtir

      • Nada que vem de nós é puro e arte é expressão. Como vamos dialogar com o não crente se não soubermos o que permeia a mente deles? Afinal, se assim formos, sendo apenas estimulados à fé e não olharmos por aprender as ciladas que podem nos cercar (observando-as), não estaremos nós muito vulneráveis, crendo estarmos próximos demais aos céus, ainda em terra? O observar crítico, através de uma nova possibilidade de apreender o que a recebe, porque a renovação da mente é processo contínuo. Não concorda que os ciclos da vida e seus modismos nos levam à ilusão do “novo”… mas, desculpe. Não quero mudar a assunto. O caso é que gosto de vivenciar arte e de poder dialogar com os diversos tipos de pessoas, sem procurar deixar a Luz se apagar… mas, como o próprio Paulo disse, uma comem legumes, outros comem carne… a sua fraqueza e diferente da minha e isso é compreensível… ora, Deus sabe muito bem o que faz. Somos parte do Corpo. Deus não faz o coração à mesma maneira que a um pelo do meu mindinho, mas são todos os órgãos, com suas funções, limitações e posições que constituem o corpo… lindo, né? Arte divina! A vida! Sejamos felizes em Deus… afinal, e trata do Supremo Bem!

        Obrigada pela educação em responder. Sua educação e seu fundamento à palavra me impressionaram e me levaram a refletir melhor… Como um alerta a tempo. Muuuuito obrigada…

        Curtir

        • Refletir é muito bom, o orgulhoso não reflete, só rebate.
          Somos peregrinos aqui, esse não é nosso lar, nada aqui deve nos prender nem encantar, Deus não os criou para esse mundo, o propósito dEle ė muito superior a qq coisa que conhecemos aqui na terra, o propósito dEle ao nos criar como diz em Romanos 8:28-29 de sermos iguais ao seu Filho Jesus, deve ser o Centro, o foco, a razão da nossa vida e direcionar tudoque fazemos, definir todass nossas motivações e ser o fundamento onde construiremos nossa vida.
          Seja sempre muito bem vinda!

          Curtir

        • Jesus nos leva a contemplar as coisas que Deus faz. Não somos daqui, mas não estamos no céu. Não estou falando de libertinagem. Estou falando em contemplar as situações que Deus nos propõe a viver. O sorriso e uma criança não a encanta? O som de pássaros a cantar, numa manhã solar? O sol se indo, no horizonte? Uma lágrima a escorrer para trazer sorriso? A barriga de uma grávida? A possibilidade da cura e um doente, ainda que Ele não saiba Quem realmente pode curá-lo… a poesia da vida, leva alguns a escrever… a dançar… a fazer teatro…, a escrever… hoje, é bem certo, a malícia leva artistas sensíveis ao exagero, à metáfora que, à luz da bíblia, é prática inadmissível. Mas… as artes costumam ser são metáforas que, muitas vezes, os “santos” nunca irão dizer.

          😉

          Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s