Bíblia na Linguagem de Hoje: Versão, Traição ou Tapeação?

1. Introdução

“Nada acrescentes às Suas Palavras, para que não te repreendas e sejas achado mentiroso”
(Prov. 30:5-6)

O ataque satânico contra a palavra de Deus remonta o Jardim do Éden. A primeira intervenção de Satanás na História foi adulterando e pondo dúvida na Palavra de Deus: Nascia a primeira Bíblia na Linguagem de Hoje!

O primeiro pecado de Eva foi o de aceitar a suposta palavra de Deus “modernizada” da boca do Diabo. Séculos mais tarde, Satanás recorreu novamente às Escrituras para tentar o Mestre Jesus em Mateus 4:1-11. Com o passar dos séculos, após a consumação da revelação de Deus no Apocalipse, o ataque satânico ficou mais bem elaborado, usando supostos crentes e sociedades Bíblicas infiéis. Nasciam “versões” mais POPs, mais adequadas, mais ao estilo das bancas de jornal.

2. Histórico vergonhoso: Ecumenismo!

No final da década de sessenta, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), que é a filha da apóstata UNITED BIBLE SOCIETIES (UBS), se preparava para o lançamento da Bíblia POP. Não só isso, vejamos também como as citações abaixo revelam claramente que a apostasia e ecumenismo contaminavam a Comissão da Bíblia na Linguagem de Hoje:

“A Diretoria da SBB reunida no dia 24 de Outubro de 1967, resolveu autorizar a composição de uma comissão paritária, formada de elementos da igreja católica e de evangélicos, para o estudo da possibilidade de tradução conjunta do Novo Testamento” (Circular da SBB, de 15 de Fevereiro de 1968).

“…verificamos como a CNBB, através do boletim Telepax, nº 141, cientifica o clero romano: ‘No dia 20 de Maio deste ano, reuniu-se a SBB, sob a presidência de Dom José Gonçalves da Costa, Secretário-Geral da CNBB, e do Rev. Ewaldo Alves, Secretário-Geral da SBB, com a presença dos assessores, observadores e convidados, a Comissão Paritária Nacional (quatro evangélicos e quatro católicos), com o fito de estabelecer os PRINCÏPIOS orientadores para a edição conjunta do Novo Testamento para uso de todos os católicos e evangélicos do Brasil…’”

(Obs.: o ano é 1968. A citação é do Livro “A Bíblia Traída” Pr. Aníbal Pereira Reis, p. 45)
“O outro passo – e gigantesco passo – aconteceu com a divulgação da obra cognominada A BÍBLIA NA LINGUAGEM DE HOJE em Julho de 1973 da qual 80.000 exemplares receberam a água benta do Imprimatur.”

(Citação do Livro “A Bíblia Traída” Pr. Aníbal Pereira Reis, p. 47)Se o ecumenismo é uma abominação ao Senhor, já se conclui que os envolvidos com esta idéia eram rebeldes e apóstatas. A SBB produziu então, a infame Bíblia na Linguagem de Hoje (BLH), a segunda maior catástrofe Bíblico-teológica em língua portuguesa, só perdendo para a perversão “Mundo Novo” das Testemunhas de Jeová, mas não por muito, pois o texto grego pervertido que baseia ambas é o mesmo: O FAMIGERADO WESTCOTT-HORT.


3. A filosofia da mediocridade! 

Bastaria o início claramente corrompido para qualquer crente sério rejeitar esta “versão””, porém vamos e adiante e analisemos os argumentos ridículos que se usam para defender a Bíblia na linguagem de Hoje (BLH):

3.1 “A BLH é mais moderna” 

Verifica-se hoje uma decadência vocabular. É a geração das gírias, dos monossílabos, sem palavras. Nesse embalo, a BLH presta um grande serviço a tendência do momento, esvaziando e alterando o vocabulário Bíblico.

3.2 “A BLH é mais fácil de entender” 

Gerações e gerações de crianças e analfabetos entenderam e se converteram ao escutar a Palavra de Deus. Existem pessoas que aprenderam a ler sozinhas, apenas de posse da Bíblia Corrigida de Almeida, que possui mais de 300 anos. Não precisamos de uma versão com linguajar medíocre e tendencioso. Por acaso a palavra “sangue” não é conhecida? Porque substituí-la por “morte”? “Barca” de Noé (Heb. 11:7)? Não teriam traduzido “kibotos” (arca no grego) por barca para insinuar o espúrio dilúvio local? “Barulho do gongo” (1Cor. 13:1)? A mensagem da BLH é a de insulto à inteligência das pessoas privando-as de crescer.

3.3 “A BLH é mais compreensível para crianças, jovens e para o analfabeto.” 

Na verdade, “A LH avilta as palavras Bíblicas, massifica-as. Até o pobre analfabeto quando conversa com o seu dotô se preocupa em evitar, tanto quanto lhe é possível, certos termos e linguajar do seu vocabulário.” Por acaso se colocariam termos próprios dos malandros, dos traficantes, das prostitutas? A Palavra de Deus anuncia as Boas Novas de reconciliar o homem com Deus, de elevar o homem na direção do seu Criador e não de descer mais ainda.

4. Erros grosseiros e omissões

Dentre as centenas de erros se destacam apenas alguns devido a limitação de espaço. (Os erros devem-se ora devido à tradução corrupta, ora devido ao texto grego corrupto adotado.)

– Mat. 1:25 Omitiram a palavra “primogênito” para reforçar a falsa doutrina católica de que Maria morreu virgem.
– Mat. 16:3-4 Omitiram as palavras “hipócritas” e “adúltera”.
– Mat. 16:18 Colocaram a palavra igreja com I maiúsculo para uma associação com a Igreja Católica.
– Mar. 1:1 Omitiram a expressão “Filho de Deus”.
– Jo. 1:14,18 3:16,18. Substituíram criminosamente a palavra “unigênito” (gr. monogénes) por “único”
– Rom. 1:29 Omitiram a expressão “prostituição”.
– Rom. 1:31 Omitiram a expressão “irreconciliáveis”.
– 1 Cor. 5:1 Trocaram a expressão “fornicação” por “imoralidade”.
– 1Tim. 3:16 Trocaram criminosamente a expressão “Deus se manifestou em carne” por “ele apareceu como ser humano” .
– Tito 2:7. Omitiram a expressão que eles detestam: “na doutrina mostra incorrupção”
– Tiago 4:4 Trocaram a expressão “adúlteros e adúlteras” por “gente infiel”.
– 1 João 4:3. Omitiram criminosamente a expressão “que Jesus Cristo veio em carne”.
– Apoc. 1:11. Suprimiram “Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro… ”

Esta é apenas uma pequena amostra de uma lista maior das centenas de perversões. Veja também os 60 ataques heréticos dessa versão contra a doutrina do criacionismo. Veja ainda os escândalos doutrinários do tradutor chefe da Bíblia na Linguagem de Hoje Veja ainda que o Pr. Samuel Barreto batizou a BLH de Bíblia na Linguagem Horrenda Veja também a Refutação da BLH. 5. Conclusão A BLH, que nasceu no coração de homens ecumênicos, está saturada de expressões da Nova Era, linguagem macia (politicamente correta) para não ofender as pessoas e indução a doutrinas falsas. De tão desfigurada, (já se constatou que foram extirpadas mais de 4 mil palavras do vocabulário de aproximadamente 9 mil da Bíblia verdadeira!) transformou-se numa monstruosa colcha de retalhos de apostasia. Sob a desculpa medíocre de popularizar o texto, são severamente atacadas doutrinas fundamentais da fé cristã como a realidade do Inferno, infalibilidade e inspiração da Bíblia, Perfeição de Deus, divindade de Cristo, Trindade, morte vicária de Cristo, etc… As omissões contam-se às centenas, as adições danificam criminosamente o sentido do texto sagrado manipulando-o conforme o arbítrio herege dos seus idealizadores. Usar essa tradução para evangelismos ou com novos convertidos é uma temeridade! Usar num púlpito, então, é uma irresponsabilidade, demonstrando claramente a falta de unção, discernimento e qualificação espiritual de qualquer pregador que faça isso!

Pela sua inclinação ecumênica esta obra significa mais um passo na direção da apostasia dos “KAKANGÉLICOS”(do grego Kakós = mau) em direção aos braços da religião Católica Romana. A BLH não é a Palavra de Deus e os crentes sérios que zelam pela verdade devem rejeitar essas heresias e “batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos” (Judas 3). O prezado leitor poderá confiar no único texto fiel da palavra de Deus em português que é distribuído pela SOCIEDADE BÍBLICA TRINITARIANA DO BRASIL que é também distribuído pelos GIDEÕES INTERNACIONAIS!

“Porque nós não somos como muitos, falsificadores da palavra de Deus…”
(2 Cor. 2:17)

“E se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, que estão escritas neste livro”.
(Apoc. 22:19)

Blog Palavras de Cristo

1. Introdução

“Nada acrescentes às Suas Palavras, para que não te repreendas e sejas achado mentiroso”
(Prov. 30:5-6)

O ataque satânico contra a palavra de Deus remonta o Jardim do Éden. A primeira intervenção de Satanás na História foi adulterando e pondo dúvida na Palavra de Deus: Nascia a primeira Bíblia na Linguagem de Hoje!

O primeiro pecado de Eva foi o de aceitar a suposta palavra de Deus “modernizada” da boca do Diabo. Séculos mais tarde, Satanás recorreu novamente às Escrituras para tentar o Mestre Jesus em Mateus 4:1-11. Com o passar dos séculos, após a consumação da revelação de Deus no Apocalipse, o ataque satânico ficou mais bem elaborado, usando supostos crentes e sociedades Bíblicas infiéis. Nasciam “versões” mais POPs, mais adequadas, mais ao estilo das bancas de jornal.

2. Histórico vergonhoso: Ecumenismo!

No final da década de sessenta, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), que é a…

Ver o post original 1.237 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s