Deus espera de nós muito mais o “ser” do que o “fazer, o realizar”

Nesse ponto a igreja tem pecado gravemente contra Deus, o ativismo, o realizar grandes obras, o fazer para Deus, tem levado a igreja por caminhos tortuosos e distantes do Senhor.
Deus quer de nós que “sejamos” como seu Filho Jesus, por isso nosso alvo deve ser este: ser como Jesus e não este: a realização de qualquer tarefa especial para Deus. 

O ser como Jesus é obra sobrenatural de Deus em nós, tratando nosso caráter, nos despindo do velho homem e nos revestindo com a vida de Jesus, esse agir sobrenatural de Deus em nós se dá por uma vida de dependência e busca por Deus e não busca por posição ou reconhecimento.
O realizar tarefas especiais na igreja como: cantar, tocar instrumentos, ser líder, realizar obras, fazer tarefas, promover reuniões e participar de muitas atividades pode ser feito e realizado apenas por esforço próprio aliado a aptidões natas de cada indivíduo sem a real necessidade de depender do Espírito Santo e além desse perigo existe ainda um pior: ter bem lá no fundo a motivação de ser reconhecido ao invés de glorificar a Deus.

Existe uma linha aparentemente tênue entre “ser” como Jesus para a glória de Deus e o “realizar” grandes obras e tarefas especiais para Jesus e ter a motivação de ser reconhecido e aplaudido. Aparentemente porque se sobressaem mais facilmente os furacões falantes, eloquentes, evangelísticos e teólogos que aparentam uma vida piedosa, porém não vemos nesses os principais atributos de Jesus, que não foi estimado, não foi aplaudido, não foi amado, não foi exaltado, antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo e reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz. (Fil 2:5-8).

Jesus não quis receber honra nem nenhuma das coisas pelas quais a humanidade suspira, Ele era rico e se fez pobre, Ele era Deus e se fez servo, Ele era o Rei e se fez humilde, Ele era dono do universo e se esvaziou a se mesmo.
A obra que Deus quer Fazer acima de tudo nos nossos corações é produzir em nós a semelhança com Cristo, esse é um trabalho que durará toda a nossa vida — não há atalhos para este tipo de crescimento espiritual. 
Precisamos duma constante fome e sede de que a natureza de Cristo seja reproduzida em nós. Nosso papel é buscar a Deus com um coração quebrantado e o papel de Deus é agir em nós, o fazer e o realizar é de Deus e o buscá-lo é nossa parte.

“Cristo em nós é a esperança da glória.” (Col 1:27)

Segue abaixo uma oração que fala duma vida que todos os discípulos de Cristo precisam experimentar, esta oração foi escrita por uma pessoa que conhecia Deus intimamente:

“Ó Jesus, manso e humilde de coração, ouve-me. 
Livra-me, Jesus, do desejo de ser estimado do desejo de ser amado, 
do desejo de ser exaltado, 
do desejo de ser honrado, 
do desejo de ser louvado, 
do desejo de ser preferido a outros, 
do desejo de ser consultado, 
do desejo de ser aprovado, 
do medo de ser humilhado, 
do medo de ser desprezado, 
do medo de ser repreendido, 
do medo de ser esquecido, 
do medo de ser ridicularizado, 
do medo de ser prejudicado, 
do medo de ser alvo de suspeitas. 
E, Jesus, concede-me a graça de desejar que outros possam ser mais amados que eu, 
que outros possam ser mais estimados que eu, 
que na opinião do mundo outros possam crescer e eu diminuir, 
que outros possam ser escolhidos e eu posto de parte, 
que outros possam ser louvados e eu passe despercebido, 
que outros possam ser preferidos a mim em tudo, 
que outros possam tornar-se mais santos do que eu, 
contanto que eu me torne tão santo quanto devo ser.” 

Isto requer o poder sobrenatural do agir do Espírito Santo em um coração disposto a ser moldado, por isso lemos em Fil 2:5 – Tende em vós o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até a morte, e morte de cruz! (‭Filipenses‬ ‭2‬:‭6-8‬)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s