Você tem fome de Deus?

Nesta hora de quase total escuridão universal, de densas trevas no mundo em que a humanidade tem colocado o “ego” como seu deus e tem tido cada vez mais fome de satisfazer seus desejos carnais a qualquer preço, surge um alegre resplendor — dentro da esfera do cristianismo conservador tem se revelado um número cada vez maior de pessoas cujas vidas piedosas são marcadas por uma fome crescente do próprio Deus. 

Elas anseiam pelas realidades espirituais e não se contentarão com palavras eloquentes, nem se satisfarão com interpretações da verdade, pois têm sede de Deus e só se sentirão satisfeitas quando se saciarem na “Fonte da Água Viva”.

Muitas coisas existem hoje na igreja que causam certa confusão: uma multidão de diferenças teológicas e de tradições religiosas que causam separação entre as doutrinas de Deus e uma relação íntima com Ele, sendo que esses são 2 lados de uma mesma moeda.

Contudo, há esperança onde quer que os cristãos sintam fome de Deus, pois juntos eles querem conhecer a Deus, este é o único elo da igreja que não será distorcido ou quebrado pela ignorância dos homens: nossa ligação real não é com qualquer organização, mas com o Deus vivo!
Mesmo diante das fraquezas do povo de Cristo e dos muitos desvios da igreja, há muitos hoje que têm fome de Deus. 

Deus quer todo o nosso ser e não apenas o nosso trabalho para o Ele, soluções dos problemas ou o nosso serviço, Ele quer nosso coração nEle. Vemos isso quando Jesus diz a Marta: “Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada”. (‭Lucas‬ ‭10‬:‭41-42‬). Maria escolheu estar com Jesus.

Podemos ficar tão envolvidos em atividades, mesmo cristãs, piedosas e lícitas, que chegamos a perder o contacto consciente com o próprio Deus e agirmos por nós mesmos e com motivações erradas. E Ele nos lembra: “Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus”(Salmo 46:1O). O único caminho para encontrar o poder e recursos necessários para cada dia é esperar em Deus. Arranje tempo para passar a sós com Ele; aprenda a deleitar-se nele; cultive a fome pelo Seu ser infinito. Sem isso, o seu trabalho será superficial; mas com isso, os seus mais profundos anseios serão satisfeitos e o sua vida glorificará a Ele.

O Senhor está perto, não do que prospera, mas daqueles que têm o coração quebrantado. Ele salva, não os enérgicos, mas os que têm um espírito contrito.
Ele se dar a conhecer àqueles que o buscam em espírito e em verdade, o buscam por Ele ser quem é e não pelo que podem receber dEle nessa busca.
Esses com fome de Deus, receberão a promessa: “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados” (Mateus 5:6).

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s