O julgamento de Deus x o julgamento dos homens

É importante deixar claro que Deus não julga as pessoas com base na etnia, na cor, no sexo, na nacionalidade ou por classe social. Quem faz esse tipo de julgamento é o homem, que só julga pela aparência e isso se chama preconceito.

Deus julga as pessoas com base na fé que depositam nEle e na resposta à sua vontade revelada. Pois Deus não julga pela aparência, Ele vê o coração.
Deus julga as pessoas em apenas um aspecto: se o obedecem ou não, se se submetem à sua vontade ou não, se o reconhecem como Deus e dono de sua vida ou não. Esse é o princípio de Deus: ou o homem o tem como Senhor e dono e vive sob sua perfeita vontade ou o homem é dono si mesmo e senhor de sua própria vontade. 

Daí temos 2 classes de homens: os que decidem viver dependentes de Deus e conforme sua vontade e os que decidem viver independentes e de Deus e em rebeldia, vivem a sua vontade mesmo que para satisfazê-la O ofendam, ofendam seus mandamentos e princípios.

Essa atitude de rebeldia contra Deus leva a humanidade à lama de pecado e iniquidade que assistimos hoje nos noticiários e TV, na busca insaciável por poder, prazer, felicidade e todos os demais interesses humanos, a humanidade chegou aonde está: alto desenvolvimento científico e tecnológico porém milhares morrem de fome e das piores mazelas psicológicas jamais sofridas pela humanidade na intensidade de crescimento assustador que o mundo atual apresenta.

Quanto mais se desenvolveu a ciência e a tecnologia, mais se deteriorou a moral e mais a humanidade se distanciou de Deus.
Todo esse quadro destrutivo da humanidade, de guerras, violência, injustiça, opressão, degradação dos valores morais e cristãos, aumento do índice de doenças psicológicas e da alma, de suicídio mesmo entre pessoas ricas e de renome, tudo isso tem conseqüência num único problema, que é interno, dentro do homem e não fora: a atitude do homem de ser independente daquele que o criou – Deus.

Essa atitude de independência e rebeldia do homem, que começou lá no Éden quando Adão e Eva resolveram ser donos do próprio nariz, donos de se mesmos e se rebelaram contra a ordem clara de Deus que criou o mundo inteiro para recebê-los e suprí-los em tudo e deu apenas um limite para que eles o obedecem em amor e por escolha: “de tudo poderás comer, menos da árvore do bem e do mal, pois no dia em que dela comeres, morrerás”. Gênesis 2:16-17

O princípio de obediência era: Deus era o Criador e dEle o homem dependeria para ter vida, assim que o homem decidiu se rebelar contra Deus, contaminado pelo mesmo veneno que derrubou Lúcifer, a afronta à autoridade de Deus, ele se desconectou da sua fonte de vida, foi separado de Deus, seu Criador e provedor, e morreu.
Adão ainda viveu muitos anos após a queda, após o dia que se rebelou contra Deus, sua morte foi espiritual e essa morte passou a todos os homens.

Bem, aqui estamos hoje, com a mesma atitude de rebeldia contra nosso Criador, exatamente da mesma forma de Adão, afastados, separados de Deus, desconectamos da nossa fonte de vida eterna, com os dias contados para a morte física desde o dia que saímos da barriga de nossa mãe.
Por isso Jesus veio, Ele veio nos dar a vida eterna que Adão perdeu por causa de sua rebeldia e independência de Deus, ao contrário de Adão, Jesus sempre fez a vontade do Pai e não a sua própria e foi obediente até a morte e morte de cruz, venceu a morte, ressuscitou para dá vida a todos aqueles que nEle creem e se submetem ao seu senhorio, entregam sua vida a Ele. E se arrependem de viver independentes de Deus.

Pela mesma porta que Adão saiu do Reino de Deus nós temos que entrar, Adão se rebelou contra a autoridade de Deus e decidiu ser senhor de si mesmo e de sua vontade, o homem tem que fazer o caminho contrário ao de Adão, se arrepender de ser seu próprio dono e senhor de sua vontade e entregar sua vida ao senhorio de Jesus, se arrepender da atitude de viver independente de Deus.

A Biblía é o livro mais atual que já li em toda minha vida, ela simplesmente narra toda a história da humanidade em todos os seus detalhes espirituais, os quais o homem comum separado de Deus não enxerga e não entende, desde a queda do primeiro homem e todas as consequências que a humanidade sofreria por causa dela, até a solução da salvação do homem em Cristo Jesus enviado pelo próprio Deus em sua eterna graça e misericórdia, e também o fim desse mundo como o conhecemos, a segunda vinda de Jesus a restauração do Reino de Deus sobre os homens.

A Palavra de Deus é perfeita, Ele registrou tudo em amor, a mais linda história de amor de um Deus santo, perfeito e justo pela humanidade, sua criação mais especial, criação que saiu de dentro do seu coração.
Por isso o chamado do evangelho é esse: “arrependam-se pois está próximo o reino de Deus”. O Rei Jesus estabelecerá seu Reino, com ou sem você, venha e faça um acordo de paz com esse Rei de amor, Ele não rejeita um coração quebrantado e arrependido.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s