O pecado original – onde tudo começou Série: CONHECENDO A VONTADE DE DEUS ( Parte 2)

Qual é o problema principal do homem com Deus? Foi ter comido a fruta proibida? Só isso causou tanto estrago? Como assim?

Para compreender o que aconteceu com Adão e qual foi seu pecado, devemos analisar como tudo começou, como foi a queda do homem (Gn 3.1-7), nesse texto de Gênesis nós temos a descrição da entrada do pecado no mundo.

Geralmente se diz que o pecado de Adão foi a desobediência, mas isto não define exatamente o problema. Na verdade a desobediência já é um fruto do pecado, é uma conseqüência do pecado e não o próprio pecado. Vejamos: A chave para chegarmos a este entendimento está nas palavras: “…como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal.” (vs. 5) e “…árvore desejável para dar entendimento” (vs. 6).

Deus colocou diante deles duas árvores (Gn 2:9) que revelam dois princípios ativos de vida:
a) Árvore da vida: Deus seria o provedor das necessidades humanas. O Ser humano viveria em comunhão, dependência, submissão e obediência a Deus, inclusive na questão de discernimento entre o mal e o bem;

b) Árvore do conhecimento do bem e do mal: O Ser humano seria o juiz de suas próprias ações independente de Deus e de Sua vontade. Entretanto, satanás agindo na de serpente (Gn 3:1), induziu Eva e esta a Adão a comerem da árvore do conhecimento do bem e do mal (Gn 3:1-6). Esta foi, portanto a razão da queda: Eles decidiram viver independente da vontade e do propósito de Deus para suas vidas.

Por que o conhecimento era tão tentador para Adão?
Por que queria tanto ter entendimento, a ponto de se arriscar ao castigo da morte que Deus tinha prometido? É simples. Até aquele momento, ele vivia numa relação de total dependência de Deus, necessitava da orientação de Deus para tudo, era dirigido por Deus e pela sua sabedoria (ver Pv 8.-31).

Para que ele queria o conhecimento e a sabedoria que vinham de uma árvore e não de Deus? Adão queria dirigir a própria vida, queria fazer sua própria vontade, ser seu próprio Deus. Adão queria Independência.

Isto não foi algo que Adão fez, foi uma decisão interior no seu coração.
Uma disposição de ser Independente, de ser o dono de sua própria vida.
O pecado foi consumado pela sua desobediência mas foi gerado por uma atitude interior de rebelião. A mesma rebelião que fez Lúcifer cair e afrontar ao seu Criador e ser expulso do céu.

O problema central do homem é a sua atitude interior de rebelião e independência de Deus.
O nosso maior problema aos olhos de Deus não está nas coisas erradas que fazemos, mas sim na nossa atitude interior de Independência e rebelião.

image

Todos os pecados que cometemos são conseqüência desta disposição interior. Quando no meu interior há uma atitude de independência (sou dono da minha vida, faço a minha vontade), como conseqüência disto, os meus atos e as coisas que vou fazer no meu dia a dia não vão agradar a Deus.

Pecado original: Adão rejeitou o governo de Deus e escolheu viver independente de Deus. Rebeldia e independência de Deus.
Entendemos então, que o problema principal é a independência (o pecado), enquanto que os atos pecaminosos (os pecados) são a conseqüência.

Quando Adão pecou, sua própria natureza humana se degenerou. O pecado se tornou parte de sua natureza, e, portanto, a herança de toda raça humana, pois todos somos descendentes dele (Rm 5.1.19). O problema de Adão, agora é o problema de toda raça humana.

O pecado de Adão foi uma intromissão violenta e diabólica ao propósito de Deus. Por causa do pecado o homem se tornou culpado, alvo da ira de Deus, merecedor de castigo eterno, expulso de presença de Deus e sem comunhão com ele.

O homem perdeu a vida e a imagem de Deus. Tornou-se outra criatura.
Não era mais o mesmo homem, era um homem morto para Deus e inútil para o seu propósito. E não foi apenas Adão que se tornou inútil.
Depois que Adão se corrompeu ele teve filhos à sua semelhança à sua imagem (Gênesis 5:3).

Agora, toda a descendência de Adão ficou arruinada e inútil para o propósito de Deus de ter uma família de filhos semelhantes a Ele.
Ser independente de Deus é a raiz de todo o pecado, e isso têm separado você de seu Deus, o autor da vida.

image

Como conseqüência do pecado, o homem está morto espiritualmente, inútil para o propósito para o qual foi criado.
Essa é a razão de todo o caos em que se encontra a humanidade hoje, o homem escolheu o caminho errado.Mas há esperança; a cura começa quando descobrimos a doença.

Qual é a solução para o problema do homem com Deus?
A RESTAURAÇÃO DO PROPÓSITO ETERNO DE DEUS – através da Redenção em Cristo, assunto que vamos tratar mais adiante foi o meio que Deus empregou para restaurar seu propósito eterno. Em Adão nascemos pecadores. Em Cristo recebemos o perdão dos pecados e recebemos nova vida (Rm 5:1; 2Co 5:17)

Vamos continuar esse assunto com o próximo texto:
A RESTAURAÇÃO DO PROPÓSITO ETERNO DE DEUS
Série: CONHECENDO A VONTADE DE DEUS ( Parte 3)

TEXTOS BÍBLICOS:
Porque no dia em que comerdes………………………………. Gênesis 2:17
Tomou do seu fruto e comeu……………………………………. Gênesis 3:6
Não comereis de toda árvore?…………………………………….Gênesis 3:1
Em pecado me concebeu minha mãe………………………….. Salmo 51:5
Porque todos pecaram………………………………………….. Romanos 3:23
Todos se extraviaram e se fizeram inúteis……………….. Romanos 3:12
O salário do pecado é a morte……………………………….. Romanos 6:23
Assim a morte passou a todos os homens……………….. Romanos 5:12
A cobiça dá luz ao pecado………………………………………. Tiago 1:14-15

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s