Rebelião – a essência do pecado.

Rebeldia, rebelião, oposicão, resistência, obstinação, teimosia, revelia, desobedięncia – são todos sinônimos.

image

Deixe-me contar quando e como a rebeldia entrou no mundo.

No livro de Isaías e de Ezequiel, é narrado a estupidez de Lúcifer ( criatura de Deus) quando ele desejou ser igual a Deus ( Criador ), vamos ler:

“Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as nações! Você, que dizia no seu coração: “Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembleia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo”. (Isaías 14:12-14)

“Filho do homem, erga um lamento a respeito do rei de Tiro e diga-lhe: Assim diz o Soberano, o Senhor : “Você era o modelo da perfeição, cheio de sabedoria e de perfeita beleza. Você estava no Éden, no jardim de Deus; todas as pedras preciosas o enfeitavam: sárdio, topázio e diamante; berilo, ônix e jaspe; safira, carbúnculo e esmeralda. Seus engastes e guarnições eram feitos de ouro; tudo foi preparado no dia em que você foi criado. Você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso eu o designei. Você estava no monte santo de Deus e caminhava entre as pedras fulgurantes. Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldade em você.
Seu coração tornou-se orgulhoso por causa da sua beleza, e você corrompeu a sua sabedoria por causa do seu esplendor. Por isso eu o atirei à terra; fiz de você um espetáculo para os reis. Por meio dos seus muitos pecados e do seu comércio desonesto você profanou os seus santuários. Por isso fiz sair de você um fogo, que o consumiu, e reduzi você a cinzas no chão, à vista de todos os que estavam observando.
(Ezequiel 28:12-15, 17, 18 NVI)

Pelos textos, vemos que Lúcifer era um ser belíssimo e majestoso
. Estava no Éden ( vs.13)–dá a entender que foi criado antes do homem
• Era o querubim da guarda ( vs.14) – tinha autoridade
. Era Ungido(vs.14)–Refere-se ao poder que lhe foi outorgado; tinha um posto
. Tinha um alto lugar na hierarquia celestial
. Permanecia no monte santo de Deus
. Tinha livre acesso a Deus e estava sempre em sua presença
. Era luminoso, brilhante,lindo, destacava-se entre todos os anjos
•Perfeito eras (vs.15)

A vaidade estúpida de Lúcifer – todos os seres celestiais tinham os olhos para ver a Deus e ser plenamente satisfeito em contemplar a sua glória, entretanto, em determinado momento, o querubim Colocou seus olhos no lugar errado: em si mesmo.
Neste momento, ele começou a apreciar sua própria formosura e a se considerar digno de reconhecimento, esquecendo-se que a beleza que ele tinha, tinha sido dada a ele por Deus quando o criou. Ele não havia se criado, portanto não tinha nenhum mérito em ser tão belo, toda sua beleza e esplendor era expressão do poder criador de Deus.

A insensatez fez o querubim ignorar a infinita diferença entre o Criador e a criatura e em sua loucura ele creu que podia se igualar ao seu Criador e resolveu desafiá-lo, a partir daí, ele se tornou Satanás que quer dizer: ” O inimigo”.
Satanás usou seu poder e influência para seduzir os anjos, ofereceu-lhes cargos e posições superiores aos que eles tinham no Reino de Deus. Estava assim criando o Reino das trevas.

Mas como pode a criatura competir com seu Criador? Louca insensatez que cega!
O que Deus faz quando vê a criatura querendo enfrentá-lo? Ele se ri e se ira. ( Salmos 2:1-5)
O que Deus fez? Varreu Satanás de sua posição e o lançou por terra (Ez28.17) e o destinou ao abismo ( Is14.15). Satanás então passou a ser a criatura mais horrível e asquerosa de todo Universo. Tornou-se imundo e repulsivo.

Lucifer é o pai da rebeldia.
Rebelião vem de Lúcifer, porque foi Ele que se rebelou contra Deus. Mas essa loucura não alcançou apenas os anjos, o homem foi envolvido pela mesma estupidez de desejar ser igual ao seu Criador.

Deus é livre e criou o homem à sua imagem, livre também. O amor não pode ser obrigatório e Deus queria ser amado e escolhido, queria que Adão optasse pela árvore da vida – que significa viver dependendo de Deus – e não tocasse na árvore do conhecimento do bem e do mal – que significa viver por si a para si próprio de forma independente de Deus.

A rebelião é a essência do pecado e com esta clareza chegaremos mais facilmente ao real significado do arrependimento anunciado por Jesus e pelos apóstolos, pois essa é a condição proposta para todos que querem fazer parte do Reino de Deus.
Que façamos o oposto do que fez Adão: ele era dependente de Deus e se tornou independente e rebelde com a mesma estupidez de Satanás.
Quem quiser fazer o caminho de volta precisa crer em Jesus, arrepender-se, abandonar sua independência e se submeter ao governo de Jesus, o Rei que tem um Reino que não é desse mundo material em que vivemos, o Reino de Deus é espiritual e é eterno.

Toda a descendência de Adão, nós, herdou a semente de Satanás: a rebeldia.
O homem quer reconhecimento e glória para si mesmo. O homem ama posição, reconhecimento e a glória que pertence unicamente a Deus, seu Criador.
A pregação de Jesus é em cima da essência do pecado: arrependam-se dessa postura de rebelião contra o seu Criador, voltem-se para Deus, se submetam ao seu Governo, sejam batizados em Jesus para perdão dos seus pecados e vivam para Deus.

Anúncios

Um comentário sobre “Rebelião – a essência do pecado.

  1. Pingback: Rebelião – a raiz do pecado | Jesus - o Verbo de Deus

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s