O que é esperança? Qual é a sua esperança?

Para a maioria das pessoas esperança é pensar sempre positivo ou é acreditar que algo bom vai acontecer.
Mas para quem conhece Jesus, esperança é algo muito superior e muito mais profundo que isso.

A Bīblia diz: “nos gloriamos na esperança da glória de Deus. Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança; a perseverança, um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.” (Romanos 5:2-4)
Esse texto nos mostra que a esperança é filha da tribulação.

Deus age nas tribulações da nossa vida de modo que elas produzam em nós aquele elemento que nos faz viver na terra, pensando nas coisas lá do alto… esse elemento é a esperança: esperar com confiança aquilo que não se vê. 

A esperança é fruto da experiência.
Ninguém adquire experiência sem perseverar, e ninguém precisa perseverar se não é atribulado, ou seja, sem tribulação, para que esperança? E como a tribulação é inevitável, a esperança se faz indispensável.

“E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.”
(Romanos 5:5)

Essa esperança não nos deixa confundidos ou envergonhados porque, enquanto sofremos com esperança, o Espírito Santo nos enche o coração com o amor de Deus. Este amor é aquele que é paciente, benigno, tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta. Esse amor de Deus, nunca acaba. (1 Co 13:4-8)

Quando sofremos, o Senhor nos dá oportunidade de nos assemelharmos a Ele, nos dá oportunidade de amar.
Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. (Romanos 12:12)

A esperança nos faz ver e nos transporta ao “final feliz”, de tal modo que Paulo podia dizer: “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.”(Romanos 8:18)

O apóstolo Paulo tinha os olhos na eternidade – “Mas a nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo”
(Filipenses 3:20)
Necessitamos “enxergar” nossa vida com uma lente especial para vermos as circunstâncias que nos envolvem, mesmo as mais adversas e dolorosas, pela lente de Deus. 

Tomemos os óculos de Deus e o nosso horizonte mudará e poderemos viver o que diz em 2Coríntios 4:18 “não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.”

A lente de Deus enxerga além do tempo e do espaço, salta para a eternidade.
Quem não enxerga a eternidade não consegue ver como Deus. Não entende a ação de Deus. Não consegue amar a sabedoria de Deus e resiste a sua ação: sofre as dores do mundo sem provar as grandezas dos céus.
Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens. (1Coríntios 15:19)

Se uma eternidade com Cristo nos espera então tudo é suportável. Pode-se sofrer tudo e perder tudo neste mundo de aparências tão passageiras.
Mas este estilo de vida é para aqueles cujos olhos estão nos céus, lá, onde está o seu tesouro. (Lc 12:34)

Sem esta esperança ardendo em nossos corações, não suportaríamos as perseguições deste mundo que jaz no maligno.
A alegria do discípulo de Jesus não está na dor ou no sofrimento, mas na esperança dos céus.

Alegremos-nos na esperança de um dia ver o Senhor e que essa esperança nos encha de confiança, nos desafiando a resgatar os desesperados desse mundo.

Texto baseado no livro A ESPERANÇA QUE TEMOS – Evangevaldo Farias

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s