Nossa luta de cada dia 

“Porque a nossa luta não é contra o sangue e carne, e, sim, contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Efésios 6:12).

Existe um inimigo muito real de nossas almas. E esse inimigo está em ação contra nós, dia e noite. Paulo quer se assegurar de que compreendamos isso. Caso contrário se ignorarmos do que se trata esta batalha, e quem estamos enfrentando certamente seremos derrotados.

E o nosso adversário é um inimigo bem presente. Os poderes e principados de Satanás nunca dormem. Jamais deixam de mentir, promover conluios, e operar o mal contra nós. O seu objetivo é destruir a nossa fé, e nos levar à destruição.
É por isso que Pedro nos encoraja: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé” (I Pedro 5:8-9). Pedro vivenciou isso por experiência própria. Jesus havia lhe avisado: “Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo” (Lucas 22: 31). Cristo sabia que o diabo queria esse apóstolo. E Jesus deu a Pedro amplas advertências sobre o que aconteceria.

Satanás está atrás daqueles que em seus corações se determinaram a buscar a Cristo. Tais santos têm um amor apaixonado por Jesus, e se trancaram no lugar secreto de oração para O seguirem. Estão determinados a andar no Espírito, e a obedecer a cada palavra dEle.
Se você é um crente destes, há algo de que precisa se conscientizar: você nunca estará livre dos ataques do diabo.

Satanás tem uma coisa na mente, e isso é minar a sua fé. Ele quer que você duvide da fidelidade de Deus. Então ele vai lhe bombardear de problemas e lutas até que finalmente você se pergunte: “Como Deus poderia estar comigo no meio de tudo isso?”.
Esses ataques simplesmente não vão cessar até que Cristo retorne. É claro que experimentamos períodos de graça devido ao nosso misericordioso Senhor. Mas a realidade é a seguinte: estamos em batalha constante. E precisamos reconhecê-la como tal.

Mas onde está nosso socorro? Temos um socorro bem presente na hora da adversidade.
“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza” (Salmos 46:1-3)

Que palavra maravilhosa. Eu já li essa passagem dezenas de vezes, e ainda fico abismado com ela. A palavra de Deus para nós é aqui tão poderosa, tão inabalável – e nos diz: “Você nunca mais precisará ter medo. Não importa que o mundo todo se agite. A terra pode tremer, os oceanos crescer, os montes se desmancharem no meio dos mares. As coisas podem estar num completo caos, tudo ao seu redor pode estar se arrebentando… mas por causa da Minha palavra, você terá paz como a de um riacho passando.

Enquanto todas as nações se agitam em fúria, poderosas correntes de alegria fluirão para o Meu povo. Elas encherão os seus corações de alegria”.
O nosso Deus está à nossa disposição qualquer hora, dia e noite. Está continuamente à nossa destra, querendo nos falar e guiar. E Ele tornou isso possível nos dando o Espírito Santo, para habitar em nós. A Bíblia diz que o próprio Cristo está em nós, e nós nEle.

David Wilkerson

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s