A advertência de Jesus à igreja – parábola das 10 virgens

A parábola das 10 virgens em Mateus 25:1-13 é um aviso de Jesus à igreja.
As 10 virgens são noivas, é a igreja, essa palavra é para a igreja e não para ímpios. Pela advertência de Jesus, metade da igreja vai ficar.
Essa pregação trouxe muito temor ao meu coração, o vídeo segue abaixo para quem quiser ouvir o audio da pregação.

Quando Jesus voltar, haverá 3 tipos de pessoas:
1. Os que vão entrar nos céus
2. Os que não vão entrar
3. Os perplexos que vão ouvir: não os conheço

O contexto da parábola

Após sua entrada triunfal em Jerusalém, Jesus muda sua postura e sua pregação, vemos isso a partir de Mateus 21
O evangelho humanista só gosta de ver o Jesus com as criancinhas no colo e dizendo vinde a mim todos que estais cansados e sobrecarregados… o Jesus que derrubou tudo no templo, ninguém gosta de ver.
Em Mateus 25, vemos Jesus lutando contra todo tipo de engano e religiosidade em Israel e que poderia atingir seus discípulos. Jesus começa a demonstrar um espírito de urgência e a contar parábolas de advertências.
Em Mateus 23 Jesus usa uma linguagem diferente com os fariseus: ai de vcs, hipócritas, sepulcros caiados, ele dá uma guinada aqui.
Em Mt 24 dá uma palavra profética sobre sua vinda
Em Mt 25 o tom de Jesus continua sendo de uma forte advertência, essa parábola é a mais importante para nossos dias.

Entendendo a parábola

1.Qual o tema principal da parábola?

O casamento de Cristo com a Igreja e quem vai participar e quem vai ficar de fora, ou seja, as bodas do Cordeiro e quem participará das bodas.

2.Quem são as 10 virgens?

A igreja. Na matemática de Jesus, a metade da igreja vai ficar de fora.
3.Qual a diferença entre as 5 insensatas e as 5 prudentes?
Azeite. A condição é azeite, arrume esse azeite ou vc fica de fora.

4.O que é o azeite?

O Espírito Santo. Todas as vezes que a Bíblia fala sobre azeite, fala do Espírito Santo.
O Espírito Santo é o agente da obra de Deus.
É Ele quem traz revelação​
É Ele quem ilumina nossos olhos
É Ele quem dá conhecimento de Cristo
É Ele quem dá poder pra testemunhar
É Ele quem convence o pecador
Ele é o consolador
É Ele quem dá os dons
É Ele quem trás Cristo Jesus p/ dentro do nosso coração
É Ele quem faz tudo

5.A qual obra do Espírito Santo Jesus está se referindo nessa parábola?

Por que se for a tudo, não vai entrar ninguém.
Esse azeite aqui tem que a ver com o tema da parábola, não é dom, não é milagre, nem poder, o tema é casamento e esse azeite aqui tem a ver com a obra que o Espírito Santo faz na noiva para que ela seja noiva.
Esse azeite é a obra que o Espírito Santo está fazendo no coração da igreja para que ela verdadeiramente tenha um coração de noiva.

6. Como uma noiva deve ser?

Ela deseja estar com o noivo, ela só pensa nesse casamento, só quer conversar com o noivo sobre isso, ela não tem outro interesse.
Como é o noivo? Eles se desejam. Se são noivos e não querem estar juntos, vc acredita que esse casamento dará certo?
Ela quer estar com o noivo, a paixão dela é o noivo. A vida dela está tomada pelo casamento.
Quando o Espírito faz essa obra na noiva, o Espírito e a noiva dizem vem.
Porque a noiva que diz vem, vem, é a noiva que está se enchendo desse azeite do Espírito. Essa é a noiva que está deixando o Espírito produzir esse desejo intenso por Cristo que domina toda sua vida.

7. Quem é a noiva que tem o azeite?

É a noiva em quem o Espírito está fazendo essa obra. O Espírito Santo está passeando na igreja e quer fazer essa obra em cada coração e alguns não estão deixando.
Os que estão permitindo essa obra que o Espírito Santo está fazendo na igreja, estão se enchendo de azeite, esses não serão pegos de surpresa.
Em Mateus 7, Jesus adverte: apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.
Nem toda iniquidade é imoral, por exemplo: não se sujeitar aos pais, não amar a esposa, não se sujeitar ao marido, mas tudo isso é iniquidade.
“Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus”.
Mt 7:21

Só vai entrar quem faz a vontade do Senhor e se sujeita ao senhorio de Cristo.

Quem ouve essa mensagem diz: Deus realmente não é obrigado a me aceitar cheio de iniquidade e pecado, pois os adúlteros, os mentirosos, os idólatras não entrarão no Reino dos Céus.

Mas a parábola das 10 virgens não fala em pecadores, não faz nenhuma menção à iniquidade. Ela fala sobre aquele que está na igreja, que deixou a iniquidade para trás e que vai ficar de fora só porque não tem azeite!

8. Como é o noivo Jesus?

Jesus deseja como nenhum noivo nunca desejou.
Jesus se entrega como noivo nenhum nunca se entregou e agora casa com gente que não se entrega.
Jesus é amoroso, paciente, misericordioso mas não é bobo, Ele não vai casar com noiva nenhuma que não se entregar.
Existem 2 elementos importantes no casamento: o desejar e o se entregar.
Jesus não se casaria com uma noiva indiferente, que prefere a vida dessa terra, que prefere se casar primeiro, comprar, ter, comer… não está falando em pecado não… a questão é: para quem você vive, qual é a razão de ser da sua vida.

Exemplo do espírito da noiva negligente: não vem Jesus, porque eu quero casar primeiro.
O Espírito e a noiva dizem: vem Jesus. A negligente e mundana diz: não vem não, quero ter filhos primeiro.
A noiva prudente está tomada do espírito peregrino: eu não sou daqui, não me interessa isso aqui, eu não quero nada aqui, não espero nada daqui. E pede: Senhor, me tira daqui porque tem muito coisa que não é tua e não tem nada que segure esse coração aqui nessa terra. Esse é um coração de noiva para com Jesus.

O fim da parábola desmascara a virgem néscia, a noiva imprudente é desmascarada quando diz: dai-nos do vosso azeite porque nossas lâmpadas estão se apagando e saíram pra comprar e o que elas querem agora? Azeite… e não tem mais tempo…
Porque elas estão desmascaradas? O coração delas está desnudado pois tudo o que elas querem é a salvação, única e exclusivamente serem salvas, elas não desejam o noivo.

Elas só não querem ficar de fora porque sabem que ficar de fora é trevas e ranger de dentes, elas querem entrar não por causa do noivo, o único interesse delas é serem salvas.
Se elas quisessem o noivo, estariam cheias de azeite, porque querer o noivo é o azeite!
E estão desesperadas porque estão vendo que ficaram de fora, a vida delas nunca foi centrada em conhecer o noivo, em amar o noivo, em andar com o noivo, em descobrir os desejos do noivo e procurar agradá-lo.

Tem corações de irmãos na igreja hoje que expressam esse desejo: até onde eu posso ir e usufruir desse mundo sem perder minha salvação? Quanto eu posso usar de liberdade sem perder minha salvação? Esse é o coração da virgem imprudente.
O coração da virgem prudente pensa: como eu posso agradar o meu noivo? Esse coração está centrado em amar e em agradar ao noivo, em buscar a satisfação dele e a aprovação dele e não de homens.

Pregação de Marcos Moraes – Porto Alegre – 13/05/2011

Anúncios

Um comentário sobre “A advertência de Jesus à igreja – parábola das 10 virgens

  1. Pingback: A advertência de Jesus à igreja – parábola das 10 virgens | Jesus - o Verbo de Deus

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s