É possível ser cristão e apoiar o Comunismo, Socialismo ou Marxismo?

Assisti um vídeo (que estou disponibilizando abaixo), que muito me esclareceu qual deve ser minha posição nas próximas eleições que serão agora em outubro. Qual deve ser minha posição diante de Deus e diante de teorias humanas.

Desejo com esse texto esclarece alguns conceitos dos partidos de esquerda e principalmente do PT que são incompatíveis com nossa fé cristã com o intuito de alertar a igreja de Cristo para que vote de uma maneira responsável e principalmente, com temor.

As propagandas nos enganam, o que passam na TV sempre é informação manipulada e isso é um perigo para nós, povo de Deus. Pois, enquanto filhos de Deus e não mais das trevas, “quer comamos ou bebamos, devemos fazer tudo para a glória de Deus”, logo, devemos votar para a glória de Deus e não porque estamos defendendo essa ou aquela ideologia humana.

Se você teme a Deus e ao nosso Senhor Jesus Cristo, você se importará em não votar em homens que defendem ideologias que afrontam ao nosso Deus e se empenhará em saber mais sobre o PT que está no poder hoje e que pode continuar caso a maioria vote nele novamente agora nas próximas eleições.

“O meu povo está sendo destruído por falta de conhecimento”.
(Oséias 4:6)

No Programa do PT consta que ele é um partido Socialista e de esquerda, logo, se baseia na ideologia Marxista. O PT e sua liderança sempre demonstrou grande simpatia pelos líderes ditadores de regimes opressores e comunistas. Isso ficou claro no apoio que o ex-Presidente Lula e a atual Presidente Dilma sempre deram aos ditos “seus companheiros”: ao ditador Venezuelano Hugo Chavez falecido em 2013 e ao atual ditador Nicolás Maduro, ao ditador Cubano Fidel Castro e ao ditador da Comunista Coréia do Norte Kim Jong-un, Lula chegou a chamá-lo na época de amigo. Fotos deles juntos e de mãos dadas é o que não falta na mídia.

Nota para esclarecimento de conceitos: esquerda, Marxismo, Socialismo e Comunismo são ideologias defendidas, apoiadas e usadas pelo PT. E são ideologias incompatíveis com Deus e o Cristianismo. Muitos que se dizem cristãos, evangélicos, crentes e convertidos, já votaram e vão votar no PT, não sei se por falta de conhecimento sobre o fato de que a base das ideologias do partido de esquerda é incompatível com a sua fé em Deus e em Cristo Jesus ou se por negligência mesmo.

Vamos listar agora os pontos que mostram porque o Cristianismo é incompatível com o Marxismo, que na verdade é a teoria base do Socialismo e do Comunismo.

Os pontos incompatíveis entre o Cristianismo e o Marxismo:

1. Ateísmo – O criador do Marxismo, Karl Marx, era ateu, negava a existência de Deus.
O Cristianismo é baseado em um Deus que criou tudo que existe e prega que tudo foi criado para sua glória e com um propósito estabelecido antes da fundação do mundo. Todas as coisas que existem foram chamadas à existência pelo poder da Palavra de Deus e ele conduz a história para um propósito, a história é progressiva e linear e tem um final estabelecido por Deus, um grande cataclismo, onde haverá um juízo, um julgamento e onde todas as pessoas, os bons e os maus, ricos e pobres, aqueles que amaram a Deus e os que rejeitaram a Deus e o seu Filho Jesus serão julgados. Deus é o grande juiz do Universo e esse será o ponto clímax da história da humanidade. E então haverá a restauração de todas as coisas, um novo e uma nova terra, não como a conhecemos hoje. E também haverá o lago de fogo preparado para aqueles que rejeitaram a Cristo Jesus e seu Evangelho que traz o Reino de Deus sobre a vida do homem. Deus governa o Universo e tem em sua mão todo controle de todas as coisas soberanamente e conduz a história de forma linear em direção ao propósito para o qual tudo foi criado. No Cristianismo o centro e o objetivo de tudo que existe é Deus e não o homem, que é sua criatura. Essa é a cosmovisão da Bíblia, que é a Palavra de Deus, na qual foi registrado todo o propósito de Deus, da criação do homem em Gênesis até a volta de Jesus para julgar o mundo, em Apocalipse.
O Marxismo nega tudo isso, diz que a história de Deus é alienação e ficção. A cosmovisão marxista é ateísta e nega nosso Eterno e Soberano Deus.

2. Naturalismo – O Marxismo nega que tudo que existe foi criado por Deus, através do poder da sua palavra.
O Marxismo prega o Naturalismo, que sustenta a ideia de que pelas forças da natureza e pelas suas necessidades, surge a matéria do nada e sem propósito. A matéria é a única coisa que tem valor e existência comprovada. Essa teoria Naturalista e Materialista na área biológica é chamada de Darwinismo e é muito coerente para um marxista ser também darwinista, assim como é incoerente para um cristão que crê em Deus Pai e Criador de tudo, tornar-se um darwinista ou marxista.
O Naturalismo nega o Cristianismo. O Cristianismo é teísta, ou seja, crê que um Deus pessoal, soberano e Senhor sobre tudo, criou todas as coisas pelo poder da sua palavra, de um modo soberano , inteligente, intencional, com um propósito pré-estabelecido, Ele é o designer inteligente do Universo e executa todas as coisas segundo a força do seu poder e seus desígnios e atinge os propósitos que Ele quer. Essa é a base da fé cristã e o segundo ponto de incompatibilidade com o Marxismo.
Carl Marx, o criador do Marxismo, condena a religião como ópio do povo, como uma crença ilusória e que desvia as pessoas dos reais problemas da sociedade. Ele sustenta a idéia de que o Universo existe sem ninguém por trás dele ou além dele e que a sua natureza é fundamentalmente material, negando completamente Deus como Criador de tudo que existe.
Essa ideologia, o Marxismo, possui o objetivo de descontruir a fé cristã, o Cristianismo, negar a fé cristã e a Deus, lançar incredulidade no coração das pessoas, usar argumentos lógicos e humanos para anular a obra sobrenatural de Deus na criação do Universo.
Carl Marx, afirmava que o Cristianismo é a evolução de uma subcultura até o politeísmo e depois até o monoteísmo, que é uma forma ou estágio mais evoluído de religião. Resume o Cristianismo como o resultado social, econômico e cultural de pessoas que de uma subcultura chegaram a uma cultura mais evoluída.

3. Materialismo – prega que só existe matéria, não existe espírito, nem Deus, nem divindade, só existe o que é palpável e temporal.
O Marxismo é Naturalista e Materialista. A leitura de Carl Marx da realidade, sua visão, suas conclusões, suas idéias, suas premissas, negam a existência de Deus, que é um ponto absoluto no Cristianismo. O único valor transcendente ao homem para ele, é o capital, a riqueza.
O Cristianismo é transcendental e espiritual, ou seja, está acima da razão e está além dos milites conhecidos do universo, está além do mundo material.
No Marxismo, o Estado substitui Deus como proprietário e controlador final, essa visão se encaixa na descrição bíblica de idolatria.
O Cristianismo e o Marxismo são 2 cosmovisões adversas e incompatíveis.
Em Mateus 6:22-23 diz: “Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz. Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são!”
Ou seja, se suas premissas (o conteúdo de suas idéias) estiverem erradas, o resultado delas serão trevas.
E no vers. 24 diz: “Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro”
Essa advertência de Jesus é contrária à ideia de Marx. Jesus diz que é impossível servir a Deus e à riqueza. Assim como é impossível haver compatibilidade entre fé cristã e Marxismo.

4. O marxismo nega a vida após a morte
De acordo com o Cristianismo, somos feitos à imagem de Deus e nosso destino depende da nossa relação com Ele. Todas as pessoas são livres para aceitar ou rejeitar os desígnios de Deus e serão julgadas de acordo com essa liberdade de decisão e isso definirá onde cada pessoa passará a eternidade.
O Marxismo nega que exista vida após a morte e que qualquer juízo eterno desse gênero, também descarta a liberdade individual porque diz que nossas idéias e atitudes naturais são determinadas pelo tipo de sociedade na qual vivemos. A visão dele é naturalista, determinista e fatalista, ele acredita que a necessidade das coisas faz acontecer desenvolvimento e evolução por si só, sem propósito e sem alguém que governa os acontecimentos.

5. O Marxismo nega que exista o pecado
O Cristianismo diz que há algo de errado com o homem, que toda a desordem é causada pela queda do homem, pelo pecado que está presente na natureza humana, está na constituição do homem pós-queda. Que o pecado passou a todos os homens por Adão, que o pecado é destrutivo, condenatório, que é um problema do homem com Deus, que é um Deus Santo e Justo e que odeia o pecado, ou seja, odeia a rebeldia do homem contra o seu Criador. Esse é problema do homem com Deus: o pecado da rebeldia e independência do homem com Deus.
Carl Marx substitui a noção de pecado pelo conceito de alienação. Sugere um padrão ideal que a vida humana não atende, alega que o ser humano tem um potencial que as condições sócio-econômicas do capitalismo não lhe permite desenvolver.
O Cristianismo crê que Deus pode salvar o homem do pecado e que a redenção realizada em Jesus é que vai fazer com que o homem seja transformado e que a mudança dessa pessoa e sua influência no seu meio, na família e na sociedade, trará uma mudança progressiva nas diferentes esferas da sociedade.

Carl Marx diz o oposto: segundo ele, não pode haver uma real melhoria das vidas individuais enquanto não ocorrer uma radical mudança da sociedade, ou seja, enquanto o Cristianismo prega que a mudança começa pelo indivíduo=>família=> sociedade, Carl Marx nega a redenção que Deus oferece através de Jesus, a Salvação em Cristo, e alega que a transformação acontece pela economia e pela sociedade, pelo todo. Alega que essa grande transformação acontecerá quando o sistema sócio-econômico do capitalismo for substituído pelo comunismo, afirma que essa mudança inevitável é em decorrência das leis de desenvolvimento histórico, essa seria uma Nova Era, futura, imaginária, que nunca chega, sempre almejada e imaginada. A Nova Era é para deixar o “conservadorismo” Cristão para trás e enterrá-lo.

6. Escatologia – futuro imaginário e inalcançável do Marxismo
O Cristianismo é escatológico, temos a esperança de um final para esse mundo como conhecemos e um novo Reino com Jesus como Senhor absoluto. A celebração da Ceia de Cristo aponta para a esperança da consumação de todas as coisas com a vinda de Jesus, sua segunda vinda, física, pessoal, gloriosa e mundialmente visível.
A visão Marxista de um futuro desse mundo é a promessa de que após essa revolução socialista e a queda do capitalismo, as coisas possam melhorar com a ajuda de uns para com os outros, mas que não se pode esperar isso para logo após a revolução, é um futuro que sempre será futuro, imaginário e inalcançável. Essa ideologia encanta os jovens, que são naturalmente sonhadores e projetam seu futuro de forma idealizadora.
Resumo dessa visão: as pessoas devem crer que a revolução deve acontecer, na esperança de uma sociedade perfeita e justa, depois dessa revolução, vem a implantação do Comunismo ou propriedade comum de todos ditos trabalhadores, mas ainda assim, a esperança de melhoria é futura e não real nem imediata. Após o capitalismo ser erradicado e a moralidade cristã ser aniquilada, ainda deve se esperar uma sociedade perfeita e futura. É como se você colocasse uma cenoura pendurada em frente a um burro e então ele caminha em direção daquele alimento, e embora esteja diante dele, sempre será algo inalcançável. Carl Marx prega que é necessário um estágio transitório antes que a sociedade comunista perfeita possa se concretizar e nunca, nenhum país nem bloco econômico conseguiu alcançar, inclusive a antiga União Soviética.

7. Ética – valores de certo e errado
No Cristianismo, todos nossos valores de certo e errado, bom e ruim, todos os valores de moralidade, relacionamento e ética são baseados na Santidade e Justiça de Deus. Deus é um Deus ético e santo. A Escritura é nosso manual de fé e prática, a Palavra de Deus é nosso código de conduta e moral, tudo que cremos que é correto, louvável e justo se baseia na Palavra de Deus e vem dËle, e é para a Glória dEle.
A família, o trabalho, a amizade, a riqueza, o cuidado dos pobres, dos necessitados, tudo está relacionado com a ética de Deus e é a base de nossos valores Cristãos.
Toda nossa sociedade se sustenta numa estrutura ética consciente ou inconscientemente judaico-cristã e Carl Marx percebeu esse fato, que a ética era um empecilho para sua teoria comunista e socialista e que então deveria ser derrubada.
Carl Marx é totalmente incoerente quando fala de ética, para ele a ética é um produto condicionado teológico. Suas ideias são anti-morais, para ele, a moralidade é uma ideologia e a ética não é um princípio absoluto universal, a ética para ele não serve para nortear o certo e o errado, para ele as pessoas não possuem um senso de justiça natural do certo e errado, porque isso é uma ideologia burguesa onde os donos do capital (capitalistas burgueses) criaram e estabeleceram parâmetros para poder controlar o proletariado.

8. Relativismo
Não existe algo que transcende a todos os homens como certo e errado, tudo é relativo.
Carl Marx nega a justiça, a moral e a lei como princípios absolutos e coloca tudo no campo relativo.
Ele não era imoral, era anti-moral, anti-padrão moral, para ele não existia moralidade, porque a moral era apenas uma convenção social, criada pelos burgueses para dominar as classes mais pobres.
A idéia dele de tirar a moralidade é a ideia de combater uma ideologia. Era a ideologia marxista impondo-se contra a ideologia capitalista ou burguesa que é inerentemente ética, logo, combater a ética e a moral é combater a ideologia burguesa.
É nesse ponto que ele é anti-moralista, é contra a moralidade em nome da sua ideologia. Uma das tarefas da sociedade comunista seria então a abolição de toda a moralidade. Carl Marx não explica como é possível estabelecer um padrão de governo sem valor de juízo moral.
Ele define justiça pela força de trabalho, a energia de trabalho, do trabalhador é o que define o certo e o errado, esse é o seu conceito de justiça.

Advertências de Deus:
“Ninguém os engane com palavras tolas, pois é por causa dessas coisas que a ira de Deus vem sobre os que vivem na desobediência. Portanto, não participem com eles dessas coisas. Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz” (Efésios 5:6-8)

“E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. Aquele que pertence a Deus ouve o que Deus diz. Vocês não o ouvem porque não pertencem a Deus”. (João 8:32, 47)

Quem rejeita o Conselho de Deus, sua Palavra e prefere seguir ideologias humanas está claramente seguindo meros mortais e não pertencem a Deus.

 

Anúncios

3 comentários sobre “É possível ser cristão e apoiar o Comunismo, Socialismo ou Marxismo?

  1. Me desculpe eu ainda não consegui entender seu pensamento
    sobre o porquê não votar num partido de esquerda!
    A sua única explicação é sobre o que eles acreditam????
    Acho que devemos analisar diversos aspectos e não apenas nos apegar a um
    mero detalhe!
    Eu sou esquerdista e não sou do diabo por causa disso

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Tuia Kirie,

      Finalmente tive um tempo pra te responder, vc me disse que não consegue entender meu pensamento de pq não votar em um partido de esquerda.
      Vc tb disse que não se deve se apegar em apenas um detalhe e que vc é de esquerda mas que não é do diabo.
      Bem, tem apenas 4 anos que Deus me converteu, ou seja, mudou a direção da minha vida (tenho um texto que conto minha conversão: https://jesusalegriadoshomens.wordpress.com/2014/04/12/meu-encontro-com-deus-embaixo-do-chuveiro/). Antes de me render ao Reino de Deus, eu vivia segundo minha própria cabeça, fazia o que me dava na telha, escolhia meus caminhos de acordo com minha vontade e todos os critérios de certo e errado da minha vida dependiam do que era prazeroso e conveniente pra mim. Hoje, após entregar minha vida ao governo de Deus, eu saí do “trono”, do volante da minha vida e dei a “direção e o volante” pra Deus, Ele é meu Senhor hoje e isso significa ter a Palavra de Deus e seus princípios como única referência e bússola da minha vida. Palavra de homem nenhum pra mim está acima da Palavra de Deus. Entro na sua pergunta agora: não voto em esquerda por questão de princípios.
      Os valores e e as convicções de uma pessoa devia dirigir suas atitudese escolhas, mas como hj em dia tudo ė conaiderado relativo, as pessoas estão sem definição de si mesmas e do que acreditam (fiz um texto sobre isso: https://jesusalegriadoshomens.wordpress.com/2017/01/18/tudo-e-relativo-mentira/).
      Tudo nesse mundo que confronta a Palavra de Deus, eu considero como esterco, ou seja, sem valor. Jesus é minha referência em tudo, meu exemplo, suas Palavras e ensinamentos são o que determinam minha fé e meus valores. Meus pensamentos não são pautados em ideologias humanas nem em cultura humana. O esquerdismo em qualquer parte do mundo tem princípios que afrontam diretamente os princípios de Deus, como sei disso? Eu leio a Bíblia, que é a Palavra de Deus e leio tb sobre Karl Marx e sobre o esquerdismo e assim tive o discernimento da incompatibilidade entre os 2 pensamentos e cada um deles exponho no texto que vc leu, é um texto longo e que exige um tempo pra meditar, se vc puder, dê uma lida nos tópicos pra analisar. Caso vc queira dividir algo comigo, me coloco a sua disposição sempre que desejar. Achei o máximo sua iniciativa de falar comigo o que pensou sobre o texto. Beijos

      Curtir

      • Entendi! eu ainda não compreendo sobre essas coisas de conversão e governo, porque tenho outros pensamentos e tal. Contudo acredito muito na espiritualidade e na energia que emana das pessoas. Não me considero tão cética assim, mas preciso de respostas mais concretas….tipo isso que acabara de escrever! Muitas vezes falam-se de Deus de uma forma genérica e superficial…o que não me agrada muito! Seus textos realmente me chamaram atenção pela verdade encontradas neles, mesmo não havendo uma concordância minha em certos pontos.
        Vou sim reler tudo o que disse e meditar, depois volto a falar para pontuar minhas considerações!

        Grata

        Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s