Semente ruim, fruto ruim. Na Igreja? Como assim?

Por que os cristãos do início, da Igreja Primitiva, tinham uma vida de total renúncia e consagração ao Senhor? Por que eram tão fiéis discípulos?
Por que a Igreja de hoje está cheia de “cristãos” rebeldes, sem compromisso e com a vida estagnada sem crescimento espiritual?
É possível ter cristãos como esses hoje em dia? 

A resposta para estas perguntas está na base da conversão daqueles discípulos. Está no Evangelho que eles ouviram. 
A Igreja de Atos é fruto do evangelho pregado por Jesus e pelos apóstolos. 

Semente boa => Fruto bom 
Semente ruim => Fruto ruim

Aqui vamos encontrar um princípio absoluto: uma semente boa produz um fruto bom; uma semente ruim produz um fruto ruim. 
E qual era a semente que Jesus deixou? A pregação do evangelho. Que evangelho? O evangelho do Reino.
“E será pregado este Evangelho do Reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim.” (Mt 24.14) 

A missão que Jesus nos confia, como discípulos, é tremenda: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações”. É uma alta tarefa ser seus colaboradores para resgatar homens e mulheres da morte e das trevas e conduzi-los ao seu Reino de amor. 

E a primeira ferramenta que o Senhor nos dá para realizarmos esta tarefa é o Evangelho. Paulo declara que o Evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. O Evangelho é a palavra de Deus aos homens, declarando-lhes o Seu amor, convocando-os ao arrependimento e dando-lhes a grande notícia da salvação. 

A ÚNICA pregação que forma discípulos é a pregação do Evangelho do Reino. Por isso ao fazermos a obra de Deus, devemos ter certeza de estarmos fazendo-a da forma correta, porque o Senhor não nos mandou fazer qualquer trabalho. Mandou-nos fazer discípulos. E é impossível fazer discípulos se não pregarmos o evangelho corretamente. Temos que pregar o Evangelho genuíno, pregado por Jesus e seus apóstolos. 

Se pregarmos outro evangelho, não estaremos fazendo o que Jesus mandou e nem estaremos fazendo discípulos.
Mt 13.3-9, 18-19 => na parábola do semeador, o que é a semente, segundo Jesus? A semente é a Palavra. 
A semente é o Evangelho que é pregado. No versículo 19 vemos que Jesus especifica qual é a Palavra pregada. Ele diz: “A todos os que ouvem a palavra do reino …” 

Qual era o Evangelho que Jesus pregava? Qual era a semente que Jesus semeava? A semente era a palavra do Reino. A qualidade do Evangelho pregado a uma pessoa é importantíssima. Ela vai definir a qualidade de cristão que a pessoa será. 

Um evangelho verdadeiro produz cristãos verdadeiros. Um evangelho distorcido produz cristãos falsos. 
Se semearmos uma semente mirrada o fruto será mirrado. 
Se semearmos uma semente falsa, o fruto será falso. 
Da mesma forma, um Evangelho fraco gera cristãos fracos e um Evangelho distorcido produz cristãos falsos. 

O contrário também é verdadeiro. Se pregarmos um Evangelho inteiro e verdadeiro, obteremos cristãos inteiros e verdadeiros. 
Os discípulos em Atos eram fruto de um Evangelho verdadeiro, por isso eram verdadeiros discípulos. Esta é uma lei natural e um princípio espiritual. A semente de uma planta contém todas as características genéticas que a planta terá. O Evangelho pregado já deve conter todas as características que queremos que exista no futuro discípulo. 

Jesus semeou uma boa semente, um bom evangelho, e por isso colheu bons discípulos, um bom fruto. A qualidade ruim dos cristãos modernos é por causa do evangelho que é pregado. O segredo para termos bom fruto está em usar a mesma semente que Jesus usou. Se pregarmos o evangelho que Jesus pregava, teremos discípulos melhores. 

Jesus pregava um evangelho qualificado: o Evangelho do Reino. 

No próximo texto, vamos estudar o evangelho que Jesus pregava e descobrir a diferença entre a semente que Jesus semeou e o evangelho distorcido que está sendo pregado hoje em dia e gerando frutos ruins.

Fonte: Apostila Evangelho do Reino
http://files.discipulosemgoiana.com.br/200000172-e4a4fe9c0e/AP5%20-%20Evangelho%20do%20Reino.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s