A derrocada do Evangelho da Prosperidade

“e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.”(Lucas 2:7)

Porque Jesus não buscou ascensão e popularidade e nasceu numa estrebaria? 
Qual a mensagem que Ele quis ensinar ao mundo nascendo dessa maneira?
Porque o Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, dono da prata e do ouro, Criador dos céus e da terra, nasceu num estábulo ao invés de nascer num castelo e num berço de ouro?
É muito profunda a mensagem expressa na cena do nascimento de Jesus, o Cristo, aqui na terra, a lição espiritual clara que Deus mostrou a todos os que desejassem seguir a Jesus é: meus valores não são os valores dos homens, são valores totalmente opostos.
Jesus, o Filho de Deus, Criador dos céus e da terra, deixou de ser Deus, abriu mão de toda sua glória, majestade e poder e a si mesmo se esvaziou e se tornou homem, nascendo como um bebê indefeso, passou 9 meses dentro do ventre de uma mulher que Ele mesmo havia criado, nasceu homem e viveu como homem, porém sem pecado.

A simples narração do nascimento de Jesus faz cair por terra toda a euforia do evangelho da prosperidade.
Nesse mundo obcecado por ascensão, sucesso, popularidade e status. Vemos Jesus no caminho não do poder, mas da renúncia ao poder; não do sucesso, mas do serviço; não no caminho largo do louvor e da popularidade, mas naquele estreito do ridículo e da rejeição. 
Ser cristão é ser como Cristo. Cristianismo não é uma religião, é uma pessoa: Jesus Cristo, e Ele nos ensinou que devemos perder a vida de algum modo, a fim de encontrá-la. O cristianismo prega não apenas um Deus crucificado, mas também homens e mulheres crucificados. “Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo” (Gl 6:14
Cristianismo é viver tendo Jesus como Rei e Senhor de sua vida e dizer a Deus: “Faça o que quiser comigo, sou teu”. Deixar que Deus faça o que quiser comigo pode ameaçar minha saúde, minha reputação e minha segurança. Ele pode me tirar o relógio Rolex e me enviar para a Tanzânia como missionário.

A verdadeira mentalidade que o cristão deve ter em relação ao dinheiro é o que Jesus ensinou: “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem e onde os ladrões
não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração. (Mateus 6:19-21)
O Evangelho da Prosperidade é exatamente o oposto e contrário à vida que Jesus viveu, ao seu esvaziar, à mensagem do seu nascimento e a tudo que Ele ensinou sobre riqueza. A derrocada final está no último versículo: Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.
Se o seu coração estiver em algo dessa terra, passageiro e que a traça destrói como você poderá viver o primeiro maior mandamento? Respondeu Jesus: “ ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. (Mateus 22:37 NVI)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s