A pecadora que lavou os pés de Jesus e os enxugou com seus próprios cabelos

Essa música canta a história da mulher contatada em Lucas 7:37-48:

Música: Vaso de alabastro

A sala ficou imóvel
Conforme ela foi andando para Jesus
Ela tropeçou em meio às lágrimas
Isso a fez cegá-la
Ela sentia tanta dor
Alguns falaram com raiva
Ouvi sussurros do povo
Não há lugar aqui para o seu tipo
Ela ainda continuou vindo
Através da vergonha em seu semblante
Até que finalmente ela se ajoelhou diante de seus pés
E embora ela não usasse palavras
Tudo o que ela disse foi ouvido
Quando ela derramou seu amor para o mestre
A partir de seu vaso de alabastro

E eu vim para verter
O meu louvor a Ele como o óleo
Do vaso de alabastro da Maria
Não fique zangado se eu lavar Seus pés com minhas lágrimas
E secá-los com os meus cabelos
Você não estava lá a noite que Ele me encontrou
Você não sentiu o que eu senti
Quando Ele envolveu-me em seus braços e amou-me
E você não sabe o valor
Do óleo em meu vaso de alabastro

Não posso esquecer a maneira como a vida era
Eu era uma prisioneira do pecado que me amarrava
E eu passei meus dias
Derramando a minha vida sem medida
Em um pequeno tesouro
Que eu pensei ter encontrado
Até o dia em que Jesus veio para mim
E curou a minha alma com Seu maravilhoso toque
Então agora eu estou dando de volta a Ele
Todos os elogios que Ele merece
Eu fui perdoada, e é por isso
Que eu O amo tanto

E eu vim para verter
O meu louvor a Ele como o óleo
Do vaso de alabastro da Maria
Não fique zangado se eu lavar Seus pés com minhas lágrimas
E secá-los com os meus cabelos
Você não estava lá a noite que Ele me encontrou
Você não sentiu o que eu senti
Quando Ele envolveu-me em seus braços e amou-me
E você não sabe o valor
Do óleo em meu vaso de alabastro

Essa música canta a história da mulher contatada em Lucas 7:37-48 :
“Ao saber que Jesus estava comendo na casa do fariseu, certa mulher daquela cidade, uma pecadora, trouxe um frasco de alabastro com perfume e se colocou atrás de Jesus, a seus pés. Chorando, começou a molhar-lhe os pés com suas lágrimas. Depois os enxugou com seus cabelos, beijou-os e os ungiu com o perfume. Ao ver isso, o fariseu que o havia convidado disse a si mesmo: “Se este homem fosse profeta, saberia quem nele está tocando e que tipo de mulher ela é: uma pecadora”. Então lhe disse Jesus: “Simão, tenho algo a dizer a você”. “Dize, Mestre”, disse ele. “Dois homens deviam a certo credor. Um lhe devia quinhentos denários e o outro, cinquenta. Nenhum dos dois tinha com que lhe pagar, por isso perdoou a dívida a ambos. Qual deles o amará mais?” Simão respondeu: “Suponho que aquele a quem foi perdoada a dívida maior”. “Você julgou bem”, disse Jesus. Em seguida, virou-se para a mulher e disse a Simão: “Vê esta mulher? Entrei em sua casa, mas você não me deu água para lavar os pés; ela, porém, molhou os meus pés com suas lágrimas e os enxugou com seus cabelos. Você não me saudou com um beijo, mas esta mulher, desde que entrei aqui, não parou de beijar os meus pés. Você não ungiu a minha cabeça com óleo, mas ela derramou perfume nos meus pés. Portanto, eu digo, os muitos pecados dela lhe foram perdoados; pois ela amou muito. Mas aquele a quem pouco foi perdoado, pouco ama”. Então Jesus disse a ela: “Seus pecados estão perdoados”. (Lucas 7:37-48)

Ela comprou aquele perfume caríssimo vendendo seu próprio corpo e o despejou completamente aos pés de Jesus, ela se entregou, se rendeu completamente a Jesus. Entregou tudo que tinha aos pés dEle.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s