Porque sou estranha

Porque ando com Deus num mundo que não quer nada com Deus e isso me faz viver como uma extraterrestre, uma estrangeira, desencaixada nesse mundo.
Sou estranha porque meus valores e meu comportamento são baseados na Bíblia que é a palavra de Deus ao homem, levo em consideração os ensinamentos de Jesus, os mandamentos e os decretos de Deus, meu Criador. Não defino minha vida nem meus valores no que os psicólogos nem os filósofos dizem e isso gera desconforto nas pessoas que colocam sua confiança mais em homens do que em Deus.
Sou estranha porque o foco da minha vida não é fazer a minha vontade e alimentar todos os meus desejos, o foco da minha vida é fazer a vontade do meu Senhor, do meu Deus e nunca entristecê-lo e isso é incompatível com o que o mundo ensina: a satisfação do homem acima de tudo.
Sou estranha porque eu vivo numa Monarquia enquanto o mundo inteiro luta pela democracia. Vivo no Reino de Deus, cujas leis são exatamente opostas às do Reino do homem e onde o Rei é Jesus. No Reino de Deus quem governa é Deus, Ele é meu dono, meu Kyrios e meu Senhor absoluto, o que Ele deseja, é Lei para mim, meu maior prazer é serví-lo e agradá-lo.
Sou estranha porque eu reconheço que Deus me criou para Ele, que se estou viva, é porque Ele me fez para sua própria glória, sou dEle, pertenço a Ele, por isso não vivo para mim.

Vivo desconfortável nesse mundo porque não tolero nada que ofende ao meu Senhor e isso causa estranheza nas pessoas que vivem para si mesmas e da forma mais apropriada aos seus interesses mesmo que isso ofenda a Deus e aos seus mandamentos.
Vivo desconfortável nesse mundo porque não tenho prazer no que a maioria das pessoas tem prazer, não tenho prazer algum em passar quase 2h num cinema vendo um filme que exibe valores e atitudes que meu Deus abomina, como matar, mentir, trair, adulterar, fornicar, etc. Ver essas coisas não me divertem, me enojam.

Vivo desconfortável nesse mundo porque não consigo rir das piadas, que ou são sujas com baixarias e imoralidade ou são cruéis cheias de preconceitos ou humilhações, as pessoas riem de quem humilha os outros, brincam com o desrespeito, o esculacho, o maltrato e fazem da agressão verbal e da exposição ao ridículo, do constrangimento ao outro, piadas. Eu não consigo me divertir com isso.

Não é nada fácil desafiar a filosofia desse mundo que é totalmente oposta aos ensinamentos de Deus.
Não é fácil viver uma vida onde todos seguem para a esquerda e você segue para a direita pois o atrito é inevitável.
Não é nada fácil viver num mundo apegado ao ter, possuir e acumular riquezas e em seu coração, você viver apegado à eternidade nos céus, à sua vida futura com Jesus, onde nada material tem valor algum. O que para todos ao seu redor é de grande valor, para você, não tem valor algum.

Bem, sou estranha porque meu Deus me regenerou e me deu uma nova vida, uma nova natureza e não sou mais desse mundo, hoje faço parte da nova raça em Jesus, raça que vive no Reino de Deus, onde Jesus é o Senhor e onde o que Ele deseja é Lei.
Essa nova vida que vivo, vivo pela fé em Cristo Jesus, que morreu por mim, em meu lugar e ressuscitou para me dar essa nova vida.

Por longos 38 anos, vivi acomodada ao mundo e à sua filosofia, perdida e longe de Deus, ignorando-o totalmente e fazendo tudo do meu jeito, como eu achava que era melhor para mim. Era bem popular e bem acolhida por todos amigos, colegas e parentes. 
Hoje, aos 40 anos, vivo desconfortável nesse mundo estranho à minha nova natureza regenerada em Cristo, mas meu maior conforto é saber que aqui não é minha casa perene, esse mundo não é minha morada, minha morada é lá no céu com meu Senhor e Ele está lá me esperando.

Estou aqui de passagem e realmente sou uma estrangeira, não sei por mais quantos anos estarei por aqui, sendo otimista, mais uns 30 anos pois ja tenho 40, enquanto estou andando por aqui com meu Senhor, quero lhe ser útil, desempenhar muito bem meu papel de mãe, ensinar aos meus filhos sobre nosso Deus, nosso Criador para que eles saibam quem os criou e qual a razão da existência deles.
Pelos próximos anos, não me calarei, proclamarei as verdades do meu Deus, o mundo proclama todas as suas filosofias aberrantes e distorcidas, porque eu me calaria sobre Deus? 

Pelos próximos anos, não me incomodarei por não ser mais popular, aceita nem acolhida. 
Sou estrangeira, é natural me olharem com estranheza.
Ora se não sou desse mundo, é natural que meus valores sejam diferentes e que meu comportamento seja outro.
Não será fácil nem doce, mas meu Jesus disse: 
“Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”. (João 16:33 NVI)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s