Tire o foco no Homossexualismo e coloque-o na raiz do problema

ImagemPra que tanto foco no homossexualismo se esse não é “O” problema da humanidade? A raiz do problema do homem está em seu coração independente de Deus, rebelde, que tem como centro de sua vida sua própria vontade e não a vontade de Deus.
Antes de tratar desse assunto sobre qual é a raiz do problema do homem com Deus, gostaria de clarear alguns princípios bíblicos para evitar polêmicas preconceituosas e inúteis:
1. Não há diferença entre heterossexuais e homossexuais para Deus – o comportamento sexual de uma pessoa nunca foi ou será um critério de Deus para classificar o ser humano. 
Deus criou homem e mulher e diante do Criador, somos todos suas criaturas, todos necessitamos de seu perdão, existem apenas 2 classificações na Bíblia para nós humanos: os que vivem sob o governo de Deus e obedecem seus mandamentos e os que vivem independentes de Deus e fazem o que querem de sua vida.

2. Deus não ama mais um heterossexual do que um homossexual. 
O amor de Deus é incondicional e independe do comportamento humano, seja qual for, do mais danoso ao mais louvável que possa ser. Deus nos ama porque Ele é bom, não porque nós mereçamos. O mérito do amor de Deus é todo dEle, não há nada que possamos fazer para merecer o amor de Deus. Ele decidiu nos amar de tal maneira que deu seu Filho Jesus para morrer a nossa morte e para que todo aquele ( heterossexual, homossexual ) que em Jesus crer e em Jesus nascer de novo, não seja condenado. (João 3:16-17)

3. Deus ter criado homem e mulher de forma distinta e com características distintas vai muito além das nossas conveniências sociais ou carências afetivas, está aquém de nossa limitação humana, somos criaturas e Ele é o Criador. Mesmo que alguém decida não aceitar a criação nem a soberania do Deus Criador, essa atitude de afrontar a Deus não muda nada, Ele continua Deus e nós continuamos humanos que um dia estaremos diante dEle e lhe prestaremos conta de nossa vida. Deus é Deus, Ele não muda, suas leis não mudam, todos nós humanos um dia voltaremos ao pó e Deus, Ele continuará sendo Deus, Ele é eterno.

Tendo esclarecido esses princípios básicos, podemos falar agora do REAL PROBLEMA entre Deus e o homem, que certamente não é o homossexualismo, nem a idolatria, nem a corrupção, nem o adultério, nem os assassinatos, nem a violência, nem as guerras, nem todas as mazelas que acontecem no mundo e que vemos pela TV e lemos nos jornais.
Todos esses problemas e conflitos que vemos no mundo são consequência, são gerados, são fruto da atitude que o homem tem para com seu Criador: atitude de rebeldia e de independência de Deus, como assim? 
Em Gênesis 1.26 diz que Deus fez o homem a sua imagem e semelhança. 

Ao criar o homem e a mulher Deus tinha um propósito: que eles se multiplicassem e enchessem a terra com filhos com a sua imagem, com a sua natureza e com a sua vida. Deus queria ter uma grande família que expressasse na terra a sua glória e autoridade.
Vemos isso em Gênesis 1:27-28: “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a.
Por isso, Adão e Eva foram criados à imagem de Deus. Sabemos que cada ser vivo se reproduz segundo a sua própria espécie. Então, quando Adão e Eva se multiplicassem, reproduziriam filhos à imagem de Deus. Esta seria a família de Deus.
Essa é a resposta para aquela velha pergunta: Para que eu nasci? porque estou aqui?
Resposta: Deus criou você para fazer parte do propósito dEle, Ele criou você para Ele.
Porém O PECADO interferiu no Propósito de Deus. Como isso aconteceu?

A queda de Lúcifer:  Lúcifer era um querubim de grande formosura e autoridade antes da sua queda, mas em algum momento a vaidade de ser tão belo e importante o dominou e ele começou a apreciar sua própria formosura e resplendor (vs. 17), passou a considerar-se digno de reconhecimento, esquecendo-se de que aquela beleza tinha sido dada por Deus quando o criou. Ele não havia criado a si mesmo, portanto não tinha nenhum mérito em ser tão belo. Toda sua beleza era expressão do poder criador e da bondade de Deus. (Ezequiel 28.14-19)

A loucura de Lúcifer em se igualar ao Criador e desafiá-lo, destruiu toda sua sabedoria e sensatez e foi corrompido pela vanglória e vaidade, ele queria mandar e não obedecer a Deus, ele queria receber glória e não dar toda glória a Deus.
O que Deus fez? Ele ”varreu” a Satanás de sua posição e o lançou por terra (Ez 28.17), o destinou ao abismo (Is 14.15), o consumiu com fogo e o reduziu a cinzas (Ez 28.18). Satanás então passou a ser a criatura mais horrível e asquerosa de todo o universo. Tornou- se imundo e repulsivo.

A queda do homem:
Deus é livre e desejou uma família de filhos à sua imagem, e por isso, também livres. O amor não pode ser obrigatório. Não pode ser a única opção. Deve ser uma escolha consciente, caso contrário não é amor. 
Deus queria que Adão optasse: a árvore da vida – que significava viver constantemente dependendo de Deus – ou a árvore do conhecimento do bem e do mal, que significava viver por si e para si próprio.
Como Satanás seduziu o homem? Com a mesma semente da insensatez que o corrompeu: ele disse ao homem que ao comer da árvore proibida, o homem se tornaria igual a Deus! . Ainda que fosse apenas em um aspecto – ser como Deus em conhecer o bem e o mal – esta era a proposta. E ela foi aceita por nossos pais. 
E o homem esqueceu que a diferença entre o Criador e a Criatura é infinita. Como poderia a criação competir com o Criador? Que loucura!

O PECADO do homem:
A rebelião contra Deus, o Criador, é a essência do pecado. 
Adão era dependente de Deus e se tornou independente. Quem quiser fazer o caminho de volta precisa crer em Jesus, arrepender-se, negar-se a si mesmo, abandonando sua independência, esse é o real significado do arrependimento anunciado por Jesus e pelos apóstolos, pois esta é a condição proposta a todos que querem fazer parte do reino de Deus. 
Que façam o oposto do que fez Adão.

Resultado:
A corrupção e a degradação que havia em Satanás passaram também ao homem. Este se tornou malévolo e homicida e perdeu a imagem e semelhança de Deus e Deus se arrependeu de ter criado o homem.
(Gênesis 6:5-6)
Toda a descendência de Adão agora estava também contaminada. Ao invés de encher a terra com filhos e filhas à imagem de Deus, Adão gerou homens à sua própria imagem corrompida. Como está escrito: “Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a Deus. (Romanos 3:10, 11)

Marca da raça de Adão:
Qual se tornou a marca dos descendentes de Adão? passaram a ser idênticos ao querubim caído. 
O que ele queria? Governo, reconhecimento e glória. 
O que querem agora os homens? Querem governar – pelo menos suas próprias vidas, e se possível as dos outros – e querem também reconhecimento e glória. 
Esta podridão morta que impera no anjo insano Satanás passou agora para dentro dos homens e entranhou-se em sua carne. (Romanos 1:24-28)
Eles amam a posição, o reconhecimento e a glória que pertencem unicamente a Deus, seu Criador. Tornaram-se raça louca e leviana (Dt 32.5-6; Is 1.2-6).
“Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer”. (Romanos 3:12)

A estupidez desse século:
Os homens querem liberdade para governar suas vidas e amam a posição, o reconhecimento e a glória que pertencem unicamente a Deus.
Esqueceram do seu Criador.
Com um coração rebelde e independente de Deus, o homem hoje não leva em consideração que nasceu para fazer a vontade de Deus, não considera as Leis que Deus estabeleceu quando o criou e ignora Deus.
Daí nascem todos os pecados. 

O que é pecado? É desobedecer a Deus.
Ou seja, se Deus diz: 
“Não terás outros deuses além de mim. “Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. (Êxodo 20:3, 4 ) – e você adora imagens e outros deuses porque sua mãe lhe ensinou assim, isso é pecado e se chama idolatria.
Se Deus diz: “Não matarás. Não adulterarás. “Não furtarás. (Êxodo 20:13-15 ) – e você mata alguém porque a pessoa lhe traiu, se você adultera porque não suporta mais sua mulher, se você rouba porque ninguém está olhando, isso tudo é pecado.
Ou seja, a atitude de mandar em sua própria vida e ignorar seu Criador faz o homem viver em rebeldia contra Deus, se Deus o fez homem e ele deseja gostar de homem, ele gosta e o sentimento de afrontar leis estabelecidas e quebrar regras lhe dar mais prazer ainda.
Se Deus determinou que a vida humana seria gerada a partir da gravidez num prazo de 9 meses, quem é o homem para definir se com 1 dia, 1 mês ou 2 meses essa vida gerada por Deus pode ser interrompida? O homem corrompido pela rebeldia não tem limites, nem temor a Deus, ele só deseja saciar seus desejos.

É um erro ficar atacando o homossexualismo como um pecado capital, o pior de todos, isso é preconceito e perda de tempo.
Ao invés de focar no verdadeiro problema da raça humana: independência de Deus e rebeldia, essa é a raiz de todos os pecados contra Deus. Todo pecado é contra Deus e ofende a santidade dEle.

Solução de Deus para O PECADO:
Jesus é a solução!
Como diz em Romanos, o pecado passou a todos os homens pro Adão e por outro homem, Jesus, veio a vida. (Romanos 5:12, 17)
Deus teve que criar uma nova raça de homens. Como Ele fez isto? Através do novo nascimento que todo homem tem que experimentar. Pelo nascimento natural (de carne e sangue), pertencemos à raça de Adão, estragada e inútil. Pelo novo nascimento em Cristo nos tornamos participantes da raça celestial, isso se chama conversão. (2 Co 5.17)
Jesus foi a solução de Deus para continuar com seu propósito de ter uma família de filhos semelhantes a Ele, agora, em Jesus e foi para isso que Jesus veio. Jesus não é uma religião, Jesus é salvação.
O homem se torna uma nova criatura, recebe a natureza de Deus (2Pe 1.4) e a imagem daquele que o criou (Cl 3.10), quando crê naquele que o Pai enviou (Jo 6.29), nega-se a si mesmo, toma a sua cruz e perde a sua vida (Mt 16.24,25), recebe o senhorio de Jesus (Rm 10.9) e se batiza em Cristo (Mc 16.16).

Quando Jesus diz: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” ( Mateus 3:2) – Esse mensagem é para todos os pecadores, sejam homossexuais, ladrões, prostitutas ou ainda mentirosos, independente de sua cor, raça, opção sexual, sexo, você precisa se reconciliar com Deus, seu Criador e isso só é possível através de Jesus Cristo que veio morrer a morte que você merecia para que você pudesse viver a vida dEle, que nos é oferecida apenas por Seu amor, graça e misericórdia.

No Reino de Deus, o governo de vida do homem será do Rei Jesus, essa é a Boa Nova do evangelho: ” Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz” (Isaías 9:6)

Muitos se ofenderão ao ler essas verdades da Bílbia ao invés de se arrependerem e mesmo sem eu ter dito uma única ofensa, me condenarão.
Mas sou testemunha do meu Senhor aqui nessa terra e não me calarei, 
apesar de não ter nenhuma pretensão em convencer alguém, não me calarei porque meu papel não é o de convencer, é apenas o de proclamar, falar, quem convence é o Espírito Santo Deus, assim como Ele me convenceu.
Paulo diz em 2 Coríntios 5:20: “Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo suplicamos: Reconciliem-se com Deus.”
Suplico a todos: Reconciliem-se com Deus pois o Reino dEle está próximo.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s