Tire o foco no Homossexualismo e coloque-o na raiz do problema

ImagemPra que tanto foco no homossexualismo se esse não é “O” problema da humanidade? A raiz do problema do homem está em seu coração independente de Deus, rebelde, que tem como centro de sua vida sua própria vontade e não a vontade de Deus.
Antes de tratar desse assunto sobre qual é a raiz do problema do homem com Deus, gostaria de clarear alguns princípios bíblicos para evitar polêmicas preconceituosas e inúteis:
1. Não há diferença entre heterossexuais e homossexuais para Deus – o comportamento sexual de uma pessoa nunca foi ou será um critério de Deus para classificar o ser humano. 
Deus criou homem e mulher e diante do Criador, somos todos suas criaturas, todos necessitamos de seu perdão, existem apenas 2 classificações na Bíblia para nós humanos: os que vivem sob o governo de Deus e obedecem seus mandamentos e os que vivem independentes de Deus e fazem o que querem de sua vida.

2. Deus não ama mais um heterossexual do que um homossexual. 
O amor de Deus é incondicional e independe do comportamento humano, seja qual for, do mais danoso ao mais louvável que possa ser. Deus nos ama porque Ele é bom, não porque nós mereçamos. O mérito do amor de Deus é todo dEle, não há nada que possamos fazer para merecer o amor de Deus. Ele decidiu nos amar de tal maneira que deu seu Filho Jesus para morrer a nossa morte e para que todo aquele ( heterossexual, homossexual ) que em Jesus crer e em Jesus nascer de novo, não seja condenado. (João 3:16-17)

3. Deus ter criado homem e mulher de forma distinta e com características distintas vai muito além das nossas conveniências sociais ou carências afetivas, está aquém de nossa limitação humana, somos criaturas e Ele é o Criador. Mesmo que alguém decida não aceitar a criação nem a soberania do Deus Criador, essa atitude de afrontar a Deus não muda nada, Ele continua Deus e nós continuamos humanos que um dia estaremos diante dEle e lhe prestaremos conta de nossa vida. Deus é Deus, Ele não muda, suas leis não mudam, todos nós humanos um dia voltaremos ao pó e Deus, Ele continuará sendo Deus, Ele é eterno.

Tendo esclarecido esses princípios básicos, podemos falar agora do REAL PROBLEMA entre Deus e o homem, que certamente não é o homossexualismo, nem a idolatria, nem a corrupção, nem o adultério, nem os assassinatos, nem a violência, nem as guerras, nem todas as mazelas que acontecem no mundo e que vemos pela TV e lemos nos jornais.
Todos esses problemas e conflitos que vemos no mundo são consequência, são gerados, são fruto da atitude que o homem tem para com seu Criador: atitude de rebeldia e de independência de Deus, como assim? 
Em Gênesis 1.26 diz que Deus fez o homem a sua imagem e semelhança. 

Ao criar o homem e a mulher Deus tinha um propósito: que eles se multiplicassem e enchessem a terra com filhos com a sua imagem, com a sua natureza e com a sua vida. Deus queria ter uma grande família que expressasse na terra a sua glória e autoridade.
Vemos isso em Gênesis 1:27-28: “Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a.
Por isso, Adão e Eva foram criados à imagem de Deus. Sabemos que cada ser vivo se reproduz segundo a sua própria espécie. Então, quando Adão e Eva se multiplicassem, reproduziriam filhos à imagem de Deus. Esta seria a família de Deus.
Essa é a resposta para aquela velha pergunta: Para que eu nasci? porque estou aqui?
Resposta: Deus criou você para fazer parte do propósito dEle, Ele criou você para Ele.
Porém O PECADO interferiu no Propósito de Deus. Como isso aconteceu?

A queda de Lúcifer:  Lúcifer era um querubim de grande formosura e autoridade antes da sua queda, mas em algum momento a vaidade de ser tão belo e importante o dominou e ele começou a apreciar sua própria formosura e resplendor (vs. 17), passou a considerar-se digno de reconhecimento, esquecendo-se de que aquela beleza tinha sido dada por Deus quando o criou. Ele não havia criado a si mesmo, portanto não tinha nenhum mérito em ser tão belo. Toda sua beleza era expressão do poder criador e da bondade de Deus. (Ezequiel 28.14-19)

A loucura de Lúcifer em se igualar ao Criador e desafiá-lo, destruiu toda sua sabedoria e sensatez e foi corrompido pela vanglória e vaidade, ele queria mandar e não obedecer a Deus, ele queria receber glória e não dar toda glória a Deus.
O que Deus fez? Ele ”varreu” a Satanás de sua posição e o lançou por terra (Ez 28.17), o destinou ao abismo (Is 14.15), o consumiu com fogo e o reduziu a cinzas (Ez 28.18). Satanás então passou a ser a criatura mais horrível e asquerosa de todo o universo. Tornou- se imundo e repulsivo.

A queda do homem:
Deus é livre e desejou uma família de filhos à sua imagem, e por isso, também livres. O amor não pode ser obrigatório. Não pode ser a única opção. Deve ser uma escolha consciente, caso contrário não é amor. 
Deus queria que Adão optasse: a árvore da vida – que significava viver constantemente dependendo de Deus – ou a árvore do conhecimento do bem e do mal, que significava viver por si e para si próprio.
Como Satanás seduziu o homem? Com a mesma semente da insensatez que o corrompeu: ele disse ao homem que ao comer da árvore proibida, o homem se tornaria igual a Deus! . Ainda que fosse apenas em um aspecto – ser como Deus em conhecer o bem e o mal – esta era a proposta. E ela foi aceita por nossos pais. 
E o homem esqueceu que a diferença entre o Criador e a Criatura é infinita. Como poderia a criação competir com o Criador? Que loucura!

O PECADO do homem:
A rebelião contra Deus, o Criador, é a essência do pecado. 
Adão era dependente de Deus e se tornou independente. Quem quiser fazer o caminho de volta precisa crer em Jesus, arrepender-se, negar-se a si mesmo, abandonando sua independência, esse é o real significado do arrependimento anunciado por Jesus e pelos apóstolos, pois esta é a condição proposta a todos que querem fazer parte do reino de Deus. 
Que façam o oposto do que fez Adão.

Resultado:
A corrupção e a degradação que havia em Satanás passaram também ao homem. Este se tornou malévolo e homicida e perdeu a imagem e semelhança de Deus e Deus se arrependeu de ter criado o homem.
(Gênesis 6:5-6)
Toda a descendência de Adão agora estava também contaminada. Ao invés de encher a terra com filhos e filhas à imagem de Deus, Adão gerou homens à sua própria imagem corrompida. Como está escrito: “Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a Deus. (Romanos 3:10, 11)

Marca da raça de Adão:
Qual se tornou a marca dos descendentes de Adão? passaram a ser idênticos ao querubim caído. 
O que ele queria? Governo, reconhecimento e glória. 
O que querem agora os homens? Querem governar – pelo menos suas próprias vidas, e se possível as dos outros – e querem também reconhecimento e glória. 
Esta podridão morta que impera no anjo insano Satanás passou agora para dentro dos homens e entranhou-se em sua carne. (Romanos 1:24-28)
Eles amam a posição, o reconhecimento e a glória que pertencem unicamente a Deus, seu Criador. Tornaram-se raça louca e leviana (Dt 32.5-6; Is 1.2-6).
“Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer”. (Romanos 3:12)

A estupidez desse século:
Os homens querem liberdade para governar suas vidas e amam a posição, o reconhecimento e a glória que pertencem unicamente a Deus.
Esqueceram do seu Criador.
Com um coração rebelde e independente de Deus, o homem hoje não leva em consideração que nasceu para fazer a vontade de Deus, não considera as Leis que Deus estabeleceu quando o criou e ignora Deus.
Daí nascem todos os pecados. 

O que é pecado? É desobedecer a Deus.
Ou seja, se Deus diz: 
“Não terás outros deuses além de mim. “Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. (Êxodo 20:3, 4 ) – e você adora imagens e outros deuses porque sua mãe lhe ensinou assim, isso é pecado e se chama idolatria.
Se Deus diz: “Não matarás. Não adulterarás. “Não furtarás. (Êxodo 20:13-15 ) – e você mata alguém porque a pessoa lhe traiu, se você adultera porque não suporta mais sua mulher, se você rouba porque ninguém está olhando, isso tudo é pecado.
Ou seja, a atitude de mandar em sua própria vida e ignorar seu Criador faz o homem viver em rebeldia contra Deus, se Deus o fez homem e ele deseja gostar de homem, ele gosta e o sentimento de afrontar leis estabelecidas e quebrar regras lhe dar mais prazer ainda.
Se Deus determinou que a vida humana seria gerada a partir da gravidez num prazo de 9 meses, quem é o homem para definir se com 1 dia, 1 mês ou 2 meses essa vida gerada por Deus pode ser interrompida? O homem corrompido pela rebeldia não tem limites, nem temor a Deus, ele só deseja saciar seus desejos.

É um erro ficar atacando o homossexualismo como um pecado capital, o pior de todos, isso é preconceito e perda de tempo.
Ao invés de focar no verdadeiro problema da raça humana: independência de Deus e rebeldia, essa é a raiz de todos os pecados contra Deus. Todo pecado é contra Deus e ofende a santidade dEle.

Solução de Deus para O PECADO:
Jesus é a solução!
Como diz em Romanos, o pecado passou a todos os homens pro Adão e por outro homem, Jesus, veio a vida. (Romanos 5:12, 17)
Deus teve que criar uma nova raça de homens. Como Ele fez isto? Através do novo nascimento que todo homem tem que experimentar. Pelo nascimento natural (de carne e sangue), pertencemos à raça de Adão, estragada e inútil. Pelo novo nascimento em Cristo nos tornamos participantes da raça celestial, isso se chama conversão. (2 Co 5.17)
Jesus foi a solução de Deus para continuar com seu propósito de ter uma família de filhos semelhantes a Ele, agora, em Jesus e foi para isso que Jesus veio. Jesus não é uma religião, Jesus é salvação.
O homem se torna uma nova criatura, recebe a natureza de Deus (2Pe 1.4) e a imagem daquele que o criou (Cl 3.10), quando crê naquele que o Pai enviou (Jo 6.29), nega-se a si mesmo, toma a sua cruz e perde a sua vida (Mt 16.24,25), recebe o senhorio de Jesus (Rm 10.9) e se batiza em Cristo (Mc 16.16).

Quando Jesus diz: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus.” ( Mateus 3:2) – Esse mensagem é para todos os pecadores, sejam homossexuais, ladrões, prostitutas ou ainda mentirosos, independente de sua cor, raça, opção sexual, sexo, você precisa se reconciliar com Deus, seu Criador e isso só é possível através de Jesus Cristo que veio morrer a morte que você merecia para que você pudesse viver a vida dEle, que nos é oferecida apenas por Seu amor, graça e misericórdia.

No Reino de Deus, o governo de vida do homem será do Rei Jesus, essa é a Boa Nova do evangelho: ” Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz” (Isaías 9:6)

Muitos se ofenderão ao ler essas verdades da Bílbia ao invés de se arrependerem e mesmo sem eu ter dito uma única ofensa, me condenarão.
Mas sou testemunha do meu Senhor aqui nessa terra e não me calarei, 
apesar de não ter nenhuma pretensão em convencer alguém, não me calarei porque meu papel não é o de convencer, é apenas o de proclamar, falar, quem convence é o Espírito Santo Deus, assim como Ele me convenceu.
Paulo diz em 2 Coríntios 5:20: “Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo suplicamos: Reconciliem-se com Deus.”
Suplico a todos: Reconciliem-se com Deus pois o Reino dEle está próximo.

Anúncios

2 comentários sobre “Tire o foco no Homossexualismo e coloque-o na raiz do problema

  1. Achei sensacional. Me abriu a mente em muito. Sou pai de um homosexual e até então eu o via como um condenado ao inferno e isso me deixava muito triste. Hoje entendi que ele nada mais é que pecador como eu também o sou e o mesmo risco de ir para o inferno e a mesma chance que Deus no dá de ir para o Céu, são tanto para mim heterosexual e pecador e ele homosexual e pecador. Somos todos iguais perante Deus e a Misericórdia Dele não é para escolhidos e sim para todos. A escolha é nossa.

    Curtir

    • Olá Helder,

      Admirei muito seu comentário sincero e entendo seus sentimentos de pai sobre a preocupação da salvação de seu filho.
      O foco é esse: muito importante pra qq pessoa que se aproxima de Deus entender sua posição de pecador contra um Deus Santo, que estabeleceu o Universo e criou o homem para um propósito, Deus queria uma família de homens semelhantes a Ele aqui na terra mas o pecado corrompeu o homem e o estragou.
      Que pecado foi esse? Lucifer desejou ser igual a Deus e se rebelou contra Ele, esse mesmo veneno ele lançou no coração do homem quando lhe propôs desobedecer o limite que Deus havia dado de não tocarem na árvore do bem e do mal, a rebelião de Lucifer seduziu o homem a também não viver dependendo de Deus para decidir o que era bem ou mal e o homem escolheu se rebelar e saber por si só o que era o bem e o mal e foi ai que se tornou escravo do pecado.
      Sem esse entendimento da queda e da rebelião do homem contra Deus, a pessoa não entende do que precisa se arrepender nem pq precisa do perdão oferecido em Jesus.
      Esse é o foco do Evangelho, o pecado original que estragou o homem e o fez perder a imagem de Deus degenerando sua natureza.
      O homossexualismo é um dos desvios do pecado do homem, assim como o adultério, o homem conhecendo a Lei de Deus, deverá escolher entre seus desejos e a obediência a Deus.
      Por exemplo, vc é casado e Deus fez o sexo para o matrimônio com o objetivo de reprodução e formação da família (esse é o projeto de Deus), mas vc se sente atraído por outra mulher e deseja adulterar com ela, tem atração por outras mulheres sem ser sua esposa, sabendo que Deus abomina o adultério e desejando obedecer a ele, vc fugirá da sua tendência e desejo por amor a Ele, é uma escolha de morrer pra vc e seus desejos e viver para fazer a vontade de Deus, mesmo que juridicamente e culturalmente isso seja aceito e defendido. Assim mesmo é em relação ao homossexualismo, sabendo que é antinatural a relação entre o mesmo sexo e tendo essa tendência e inclinação e desejo, a pessoa precisa se arrepender diante de Deus e escolher por amor a Deus abrir mão desse desejo e não dar lugar a isso em sua vida.

      O sexo foi feito por Deus para procriação dentro do matrimônio e para que crianças nascessem em famílias, em sua sabedoria Deus nos quis proteger dentro de nosso lar, mas o homem desviou o sexo para seus próprios desejos desordenados ignorando os decretos de Deus, os desvios do sexo fora do casamento são adultério, fornicação, homossexualidade, sodomismo. E todos os desvios tem 1 única raiz: independência de Deus e rebeldia contra as Leis de Deus.
      E 1 unica solução: arrependimento.
      Por isso Jesus e os apóstolos pregavam: arrependam-se e sejam batizados para perdão dos vossos pecados.
      Há diferenças de gravidade dos pecados em relação às consequência que produzem na vida das pessoas, mas não há diferença do perdão de Deus quando um pecador se arrepende.
      Que Deus lhe conceda graça para orar pela salvação de seu filho e amá-lo como Cristo nos amou Quando nós ainda éramos seus inimigos.

      Tenho outros links interessantes sobre esse assuntose vc se interessar:

      https://jesusalegriadoshomens.wordpress.com/2013/06/29/deus-e-o-homossexualismo/

      https://jesusalegriadoshomens.wordpress.com/2017/03/22/entenda-porque-casamento-gay-nao-existe/

      https://jesusalegriadoshomens.wordpress.com/2015/06/07/a-degradacao-moral-progressiva-da-humanidade-e-o-sexo-sem-fronteiras/

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s